Portadores de deficiência física do Juruá recebem equipamentos ortopédicos

Como parte da programação do aniversário de um ano de fundação do Hospital do Juruá, o governador Binho Marques e o senador Tião Viana entregaram neste sábado, em Cruzeiro do Sul, equipamentos ortopédicos para portadores de necessidades especiais residentes no Vale do Juruá, financiados com emenda parlamentar de autoria do próprio senador. O programa financiado com emenda de R$ 3,03 milhões, de autoria de Tião Viana, irá levar cadeira de rodas, muletas e outros equipamentos a 100% das pessoas que necessitam desses aparelhos no Acre.

O Programa de Assistência à Pessoa com Deficiência vem sendo desenvolvido pelo governo do Estado por meio das secretarias de Saúde e de Assistência Social, atuando na reabilitação física e social dos portadores de deficiência. No ano passado, o Núcleo de Reabilitação atendeu 500 pessoas e realizou mais de 20 mil procedimentos, entre fisioterapias e terapias ocupacionais.

Foram adquiridas três mil cadeiras de rodas adequadas a cada tipo de lesão para crianças,  jovens e adultos. Também estão sendo  disponibilizados andadores, cadeiras de banho e muletas para o programa, que, segundo Tião Viana, vem resgatar a auto-estima das pessoas e promover o desenvolvimento humano. "Com esse ato, o governo pretende mostrar que há serviço comunitário", disse Viana.

¨Estou satisfeita porque agora tenho uma cadeira boa", disse Maria Lima da Silva, 65, que recebeu uma cadeira de rodas moderna e confortável. Junto com outros 26 beneficiados, ela participou de um culto católico em comemoração ao primeiro ano de funcionamento do Hospital do Juruá, onde ocorreu a cerimônia de repasse dos equipamentos.  Para marcar o aniversário, a Associação Nossa Senhora da Saúde ofereceu um bolo para autoridades, servidores e convidados. 
 
Hospital dermatológico pronto para realizar atendimento – Reformado no ano passado, o Hospital de Dermatologia Sanitária de Cruzeiro do Sul está apto a realizar consultas em geral à população. A unidade, segundo a diretora-geral Fabiana Gomes Ricardo, conta com 46 servidores, incluindo três médicos,  e 34 leitos, mas a taxa de internação tem sido baixa. Para ampliar a ocupação, Fabiana quer criar o pronto atendimento. "As pessoas podem vir que há serviço médico aqui", disse. 

Em anos passados, o hospital cuidava de pacientes portadores de hanseníase. Hoje, com a drástica redução dos casos na região, ele trata das seqüelas da doença, especialmente com a aplicação de fisioterapia. Apesar da baixa internação, estão sendo realizados, em média, 470 atendimentos ambulatoriais ao mês.

Para melhorar essa atividade, o governador Binho Marques e o senador Tião Viana entregaram equipamentos para fisioterapia naquele hospital – seis macas, dois aparelhos de ultrassom, dois aparelhos eletroestimuladores e um turbilhão para hidroterapia.