Sesacre ganha Divisão de Práticas Complementares

Com o intuito de inserir práticas como fitoterapia, acupuntura, homeopatia, automassagem, reiki e yoga no Sistema Único de Saúde (SUS) acreano, o governo do Estado instituiu a criação da Divisão de Práticas Integrativas e Complementares da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), por meio do decreto nº 7.083, de 24 de fevereiro de 2014.

A partir da criação da Divisão, esses serviços passam a ser incorporados de forma legal, legitimada pelo Ministério da Saúde (MS). O primeiro resultado concreto, a partir do decreto, será a realização do Seminário de Práticas Integradas, com apoio do MS, em data a ser definida. O Acre foi o primeiro Estado a ofertar curso de especialização em homeopatia, tendo formado 22 especialistas em 2011.

“Apenas duas unidades oferecem o serviço, que necessita, para sua expansão, de verbas que só podem ser viabilizadas por meio do Ministério da Saúde, o que agora poderemos executar”, explica a gerente do Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas (Dape) da Sesacre.

A partir de agora, os medicamentos fitoterápicos, os saberes tradicionais das ervas e o conhecimento indígena do imenso acervo de ervas medicinais da floresta poderão constituir uma “farmácia viva”, ao serem disponibilizadas de forma segura à população.