SEPMulheres apresenta projeto que beneficia produtoras rurais

A Secretaria de Políticas para as Mulheres (SEPMulheres), realiza na próxima quarta-feira, 2, no auditório da Biblioteca da Floresta, o seminário de apresentação do projeto de “Fortalecimento da Cidadania e Organização Produtiva das Mulheres do Acre”. O programa visa apoiar as ações integradas que asseguram às mulheres do campo o acesso à cidadania e aos direitos econômicos, além de consolidar as organizações femininas produtivas rurais.

Executado pela SEPMulheres, o projeto conta com o apoio e parceria do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e contempla as mulheres rurais de Assis Brasil, Brasileia, Xapuri, Capixaba, Porto Acre, Santa Rosa do Purus, Jordão, Feijó, Tarauacá, Cruzeiro do Sul, Porto Walter e Marechal Thaumaturgo. Durante todo o dia, representantes dos Organismos de Políticas para as Mulheres e movimentos sociais estarão reunidos para debater metas e desafios do plano.

“O estado cria mecanismo de promoção da autonomia econômica das mulheres rurais, que por muito tempo foram deixadas à margem da sociedade. Desse modo, a SEPMulheres tem atuado, de maneira transversal, para torná-las protagonistas da sua própria história e vida”, ressaltou a titular da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Concita Maia.

Entre as ações a serem implementadas pelo programa, estão as qualificações dos mutirões realizados pelo MDA, que garantem às produtoras aquisição de documentos civis, trabalhistas e jurídicos. “Pretendemos, ainda, realizar o mapeamento de grupos produtivos de mulheres rurais, para que sejam formalizados, e assim possam desfrutar benefícios sociais”, explicou a coordenadora de Inclusão Socioprodutiva da SEPMulheres, Paula Meirelles.

Veja a programação