Melhorias

Queda dos números de casos e mortes por Covid-19 faz Saúde reorganizar assistência a pacientes no Juruá

A queda dos números de contaminação e morte por Covid-19 no Acre, em 2021, aponta para a assertiva política estadual, que buscou priorizar vidas desde do início da crise sanitária. Além de permitir o retorno de atividades e de hábitos comuns ao acreano, o refreio da pandemia assegura ao governo tomar decisões que reorganizam a rede de saúde e propiciam melhores serviços à população.

A queda dos números de contaminação e morte por Covid-19 no Acre, em 2021, apontam para a assertiva política estadual, que buscou priorizar vidas desde do início da crise sanitária Foto: Arquivo Secom

É o caso do Hospital do Juruá, que, após receber os leitos do Hospital de Campanha da região, passou a ofertar, a partir do dia 28 de novembro, toda assistência a pacientes acometidos pela doença. Ao todo, são 20 leitos, 10 para enfermaria e 10 para tratamento de terapia intensiva (UTI), exclusivos para infectados pelo novo coronavírus.

A coordenadora do Centro de Operações de Emergência da Covid-19 (COE), da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), Marília Carvalho, esclarece que a mudança não afetará os atendimentos e que o sistema de saúde está pronto para ativar novos leitos de clínica médica covid, caso haja mais uma onda da doença no Estado.

O refreio da pandemia assegura ao governo tomar decisões que reorganizam a rede de saúde e propiciam melhores serviços à população. O hospital do Juruá agora atende pacientes covid da região. Foto: Marcos Santos/Secom

A coordenadora também lembra que as unidades de saúde seguem prestando os serviços e destaca que outras medidas foram adotadas pela Sesacre para controlar, ainda mais, o avanço da pandemia: “A Vigilância Sanitária já está nas fronteiras para realizar, em parceria com os municípios, testagens e monitoramento. Estamos exigindo o comprovante de vacinação das pessoas que queiram participar de eventos. Essas e outras medidas vêm garantindo a segurança das pessoas”, pontou Marília Carvalho.

Titular da Sesacre no Juruá, Catiana Rodrigues reforça o pedido para que as pessoas continuem seguindo as orientações de controle da pandemia. “É importante que todos continuem higienizando as mãos, usando máscara, que evitem aglomerações e, principalmente, que busquem se vacinar. Pedimos aos que ainda não tomaram nenhuma dose, ou que falta a segunda ou a terceira, que busque um ponto de vacinação e faça a sua parte”, orientou a gestora.

O Vale do Juruá, assim como outras partes do Estado, segue classificado no Nível de Cuidado (bandeira verde), de acordo com Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19.