PF recadastrou mais de 15 mil armas no Acre

Prazo para legalizar armamento de fogo terminou dia 31 de dezembro. Armas não recadastradas estão ilegais, mas  podem ser entregues à campanha do desarmamento

A Polícia Federal (PF) recadastrou 15.480 armas de fogo no Acre. O prazo para recadastramento terminou dia 31 de dezembro e quem não procurou o órgão até essa data está com sua arma ilegal e pode ter problemas.  A grande maioria do armamento foi recadastrada na Operação Caça Legal. "90% são espingardas de moradores da zona rural do Acre", informou Renato Arruda, do setor de armas da PF.

Atualmente, a PF só faz registro de arma nova. Para obter o cadastro, o interessado deve pagar taxa de R$ 60 e passar por uma bateria de avaliações e apresentar documentos que visam garantir a posse responsável da arma.

Caso não queira manter uma arma ilegal, o portador poderá entregá-la à campanha do desarmamento, na própria PF, fazendo jus à indenização que pode chegar a R$ 300, dependendo do armamento.