Novas habilidades

Jornada Multidisciplinar de Oncologia reúne 47 palestrantes e 400 inscritos

A ideia da 1ª Jornada Multidisciplinar de Oncologia do Acre (I Joac) surgiu de um grupo de estudantes de medicina, integrantes da Liga Acadêmica de Oncologia do Acre (Laonc), interessado em saber mais sobre tratamentos de câncer e, consequentemente, melhorar o atendimento aos pacientes. Realizado no auditório da Unimeta Centro Universitário, o evento tem como público-alvo profissionais e acadêmicos da área da saúde.

“A primeira Jornada Multidisciplinar de Oncologia do Acre surgiu da parceria entre a Liga Acadêmica de Oncologia do Acre e o Hospital de Câncer do Acre, estabelecendo-se sobre o anseio de discutir a problemática da especialidade e expandir conhecimento”, explicou Daniele Valadares, médica da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia, da Fundação Hospitalar do Acre.

Grupo discute problemática da especialidade para expandir conhecimento Foto: cedida

Para ter suas atividades formalmente validadas, a Laonc está associada à Associação Brasileira de Ligas Acadêmicas de Medicina.

“Os alunos são coordenados em estágios práticos pelos preceptores Lyvia Bessa, Daniele Valadares, Holda Filha e Rafael Carvalho, médicos da Unacon. As ligas acadêmicas atuam direcionadas pelo tripé universitário ensino, pesquisa e extensão”, acrescentou Daniele Valadares.

A Liga Acadêmica de Oncologia do Acre iniciou as atividades em maio de 2017. Atualmente, é composta por 13 acadêmicos de medicina da Universidade Federal do Acre e do Centro Universitário Uninorte.

“A Laonc tem como objetivo contribuir na formação dos profissionais de saúde durante o curso de graduação, possibilitar ao acadêmico aperfeiçoar as habilidades exigidas na rotina médica, garantir formação científica, humanística e ética, além de fomentar projetos de pesquisa na área da oncologia e atividades que possam beneficiar a população”, finalizou a médica.