investimentos

Governo entrega obra de reforma e adequações da Secretaria de Meio Ambiente

Com a presença de servidores e autoridades, o governo do Estado realizou na tarde da segunda-feira, 13, a solenidade de entrega da obra de reforma e adequações do prédio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente do Acre (Sema), em Rio Branco.

Atualmente, a Sema agrega a Diretoria de Florestas e, portanto, dispõe agora de espaço mais amplo, com mais de 200 servidores. De acordo com o secretário de Obras Públicas, Átila Pinheiro, todo o espaço foi idealizado com vista à mobilidade e ao conforto dos servidores e atendimento ao público que busca os serviços prestados pela instituição.

“É motivo de alegria vivermos momentos como este, em que se percebem a garra e a determinação de um governo que, mesmo em tempos difíceis, consegue angariar recursos para que continuemos a executar obras em todo o estado”, frisou.

Já o secretário da Sema, Edegard de Deus, enfatizou a importância do ato para a instituição, que junto com seus núcleos no interior completou recentemente 31 anos de gestão ambiental no estado.

“Com certeza é uma obra que vai fazer história, fazendo a sinergia da atuação das políticas florestal e ambiental. Ao longo desses anos, pudemos atuar fortemente e estamos deixando um legado que é a manutenção das nossas florestas e o apoio ao desenvolvimento com o incentivo à ocupação de áreas abertas, como mostram os indicativos de redução de 66% do desmatamento”, destacou de o secretário.

A Sema é responsável por planejar, coordenar, executar e supervisionar a política estadual de meio ambiente, gestão territorial, floresta e serviços ambientais, de acordo com as diretrizes da política nacional e do Sistema Nacional de Meio Ambiente (Sisnama).

A instituição também atua no desenvolvimento dos instrumentos de gestão do território estadual, considerando o Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE), o etnozoneamento (este voltado aos povos tradicionais), o ordenamento territorial local, os planos de desenvolvimento comunitário e o Cadastro Ambiental Rural (CAR).

(Foto: Alexandre Noronha/Secom)

Investimentos

Durante a primeira gestão (2011-2014), a Sema executou o orçamento de R$ 14,8 milhões. Após a agregação da diretoria de Floresta na Sema, outros R$ 66,9 milhões foram revertidos em políticas públicas, totalizando um investimento de R$ 81,7 milhões para gestão ambiental e floresta do Estado.

Orçada em R$ 2,6 milhões, a obra de reforma e adequações foi executada em duas etapas, com apoio do Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID) e Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird).