quadro efetivo

Governo do Estado forma 292 agentes do Instituto Socioeducativo do Acre

A gestão do governador Gladson Cameli segue fazendo história. Pela primeira vez, o governo do Estado concluiu o curso de formação de 292 novos agentes do Instituto Socieducativo do Acre (ISE-AC). Uma cerimônia realizada na noite de quinta-feira, 2, na Catedral Batista do Bosque, em Rio Branco, marcou a formatura da turma.

Na noite de quinta-feira, 3, o governo do Estado realizou a formatura de 292 novos agentes do Instituto Socioeducativo do Acre. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Os futuros profissionais foram capacitados durante dois meses com as disciplinas teóricas e práticas que o cargo requer. Em 15 anos de existência do ISE, esse concurso é inédito para a contratação de servidores do quadro efetivo.

O governador Gladson Cameli classificou a formatura como uma conquista marcante. O chefe de Estado falou ainda que ações como essa são fundamentais para o desenvolvimento do Acre.

Gestão do governador Gladson Cameli tem feito história na área da Segurança Pública. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Desejo sucesso e conto com cada um de vocês para fazer a diferença no ISE. Temos procurado fortalecer as instituições do Estado e aqui está mais uma prova do nosso comprometimento. Com a união de todos, vamos trabalhar muito para que o Acre possa crescer ainda mais”, afirmou.

A vice-governadora Mailza Assis destacou o trabalho desempenhado pela instituição. “O ISE presta um serviço de extrema relevância para a nossa sociedade. Como forma de reconhecimento, o governo do Estado fez esse importante investimento em prol do sistema socioeducativo”, declarou.

De acordo com o presidente do ISE-AC, Mário César Freitas, os agentes atuarão na capital e interior. “Temos oito unidades de internação no estado e um núcleo de semiliberdade em Rio Branco, Sena Madureira, Feijó, Cruzeiro do Sul e Brasileia. Este profissionais serão distribuídos conforme a necessidade do sistema”, explicou.

Cerimônia foi marcada por homenagens aos formandos e autoridades presentes. Foto: Marcos Vicentti/Secom

O secretário de Estado de Planejamento, Ricardo Brandão; o presidente do Instituto de Administração Penitenciária, Glauber Feitoza; o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Luciano Dias; o comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Acre, coronel Charles Santos; o delegado-geral da Polícia Civil, Henrique Maciel; os deputados estaduais Arlenilson Cunha, Gene Diniz e Pedro Longo; a promotora do Ministério Publico do Acre, Vanessa Muniz; a juíza auxiliar da presidência do Tribunal de Justiça do Acre, Andrea Brito; e a representante do Conselho Tutelar de Rio Branco, Lucinaira de Carvalho; entre outras autoridades, também prestigiaram a solenidade.

De menor infrator a agente socioeducativo

A história de Francisco Gilvan Nascimento da Silva é digna de reconhecimento pelo exemplo de vida. Quando tinha apenas 15 anos de idade, envolveu-se em um ato infracional e, na época, cumpriu medida socioeducativa na Unidade Aquiri, localizada na capital acreana.

Francisco Gilvan tinha tudo para seguir no mundo do crime, mas decidiu mudar de vida. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Durante os três meses de internação, Francisco decidiu deixar o passado para trás e traçou um novo futuro. Começava ali o sonho de se tornar um agente socioeducativo. O desejo contou com total apoio e incentivo dos próprios profissionais que cuidaram dele enquanto esteve privado de liberdade.

“Lá dentro, tive a oportunidade de passar por várias experiências e pude participar de cursos e oficinais. Certo dia, minha mãe foi me visitar e percebi que ela estava muito triste por me ver naquela situação. Olhei para ela e disse que não me identificava com aquela vida de fazer coisas erradas e viver preso. Prometi que só voltaria para lá na condição de agente socioeducativo”, lembra.

Uma década após fazer a promessa para a mãe, surgiu a oportunidade que Francisco tanto aguardava. Em 2021, o governo do Acre anunciou a realização do concurso público do ISE. Para alcançar o objetivo, o jovem de 30 anos deixou o emprego e dedicou-se exclusivamente aos estudos. Foram meses intensos de preparação e várias noites em claro. Tanto esforço e dedicação valeram muito a pena.

Enquanto estava internado por cometer ato infracional, Francisco prometeu à mãe que seria agente socioeducativo e honrou a palavra. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Eu sempre tive o foco que eu iria realizar esse sonho e consegui. Graças a Deus, estou tendo a oportunidade de dar esse orgulho para minha mãe e ser exemplo para outros adolescentes lá do meu bairro. Quando estiver trabalhando, também vou incentivar outros menores infratores para que saiam dessa vida”, afirmou.

Francisca do Nascimento testemunhou, da plateia, o filho honrar sua palavra e estava orgulhosa, dizendo-se agradecida a Deus pela resposta dada às suas orações: “Ele teve muita determinação em querer mudar e conseguiu. Estou muito feliz pela obra que o Pai fez na vida dele”.

O que disseram

“Parabenizamos o governo do Estado por este momento. O Instituto Socioeducativo do Acre é referência nacional pelo excelente trabalho que realiza com os menores infratores.”

Andrea Brito, juíza-auxiliar da presidência do TJAC

“O sistema socioeducativo anda muito junto com a educação regular e é somente com investimento no ensino que vamos alcançar as mudanças que queremos.”

Vanessa Muniz, promotora do MPAC

“É muito bom fazer um concurso público e ser convocado. Parabenizo o governador Gladson Cameli pelo compromisso com estes profissionais.”

Gene Diniz, deputado estadual

“São 292 novos agentes que irão trabalhar nesta importante instituição do sistema de Segurança Pública. Desejo sucesso a todos nesta grande missão que terão pela frente.”

Arlenilson Cunha, deputado estadual

“Tenho certeza de que aqui estão pessoas vitoriosas, capacitadas e extremamente dedicadas em fazer o melhor pelo Instituto Socioeducativo do Acre.”

Pedro Longo, deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa em exercício