serviço público

Governo do Estado empossa novos defensores públicos

O dia foi memorável para a Defensoria Pública do Acre (DPE-AC). Em uma cerimônia especial, o governo do Estado empossou 15 novos defensores públicos, nesta terça-feira, 15, no auditório do Centro Universitário Uninorte, em Rio Branco. Além de reforçar os quadros da instituição, a chegada dos profissionais renova o compromisso da gestão do governador Gladson Cameli com a excelência na prestação do serviço público à sociedade.

Nesta terça-feira, 15, o governo do Acre empossou 15 novos defensores públicos estaduais. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Os novos advogados públicos aguardavam por este momento desde 2018, quando o concurso público foi homologado. A contratação dos servidores é fruto do empenho do Estado, que criou uma lei separando os gastos da Defensoria Pública do orçamento do Poder Executivo.

A chegada dos defensores públicos representa um incremento de 35% no atual efetivo da DPE. O órgão terá, ao todo, 57 profissionais à disposição para garantir assistência jurídica à população em todas as regiões do estado.

A defensora-geral Simone Santiago lembrou, em seu discurso, que novas contratações não eram realizadas há uma década. Com o quadro de profissionais defasado, o atendimento estava comprometido, principalmente nos municípios do interior. Segundo ela, as contratações simbolizam o começo de um novo ciclo na DPE.

Segundo a defensora-geral Simone Santiago (centro), contratações simbolizam o começo de um novo ciclo na instituição. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Hoje, iniciamos mais um capítulo da nossa história da Defensoria Pública acreana. Nossa missão é servir aqueles que mais precisam, promovendo acesso à justiça, dignidade e direitos humanos. Esses novos defensores públicos representam um grande e significativo avanço a nossa instituição”, declarou.

Representante do governador Gladson Cameli na cerimônia, o procurador Paulo Jorge Santos lembrou que a convocação dos defensores públicos sempre foi tratada com prioridade pelo chefe de Estado, que compreende a relevância desses profissionais na promoção da justiça às pessoas em situação de vulnerabilidade econômica e social.

“O governador sempre expressou seu desejo pela nomeação destes 15 defensores públicos, principalmente para levar assistência jurídica a população mais carente, que vive no interior do nosso estado. Contamos com todos vocês na construção de uma sociedade mais justa, livre, democrática e digna”, pontuou.

Chegada dos novos profissionais ampliará atendimento jurídico no interior do estado. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Orador da turma dos aprovados no quinto concurso da DPE, o defensor público Emerson Gonçalves assumiu o compromisso de se dedicar ao máximo no desempenho de suas funções. “Estamos aqui para servir a população acreana hipossuficiente, especialmente as pessoas vulneráveis que se encontram no interior. Viemos reforçar a intervenção defensorial, dispostos a promover cidadania aos necessitados, que é garantida na nossa Constituição”, expôs.

José Ulisses de Lima também é um dos novos defensores públicos do Acre. Nascido no Ceará, o profissional de 28 anos de idade falou sobre os desafios da carreira. “Assumo como defensor com muita responsabilidade, com muita alegria, com a suavidade da beca e o peso do cargo para levar mais dignidade aos mais vulneráveis. Isso é mais que uma profissão, é uma missão institucional”, argumentou.

A solenidade contou ainda com a participação da subdefensora da DPE, Roberta Caminha; da corregedora-geral da DPE, Fenísia Mota; do secretário de Estado da Fazenda, Amarísio Freitas; do procurador-geral adjunto do Estado, Leonardo Rosa; do procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Acre, Danilo Lovisaro; da presidente do Tribunal de Justiça do Acre, Waldirene Cordeiro; e da deputada estadual Antônia Sales; entre outras autoridades.