Governo amplia utilização do sistema de compras para repartições públicas

O encontro ocorreu no auditório da Sefaz na tarde de hoje, 21 (Foto: Marcela Chaar/Secom)
O encontro ocorreu no auditório da Sefaz na tarde de hoje, 21 (Foto: Marcela Chaar/Secom)

As secretarias de Estado de Planejamento (Seplan) e de Gestão Administrativa (SGA), por meio da Diretoria de Modernização Administrativa (Seplan/DMA), promovem o I Encontro de Usuários do GRP, nas tardes dos dias 21 e 22 no auditório da Secretaria de Fazenda (Sefaz), com os servidores de repartições públicas responsáveis por setores administrativos.

A proposta é apresentar as novas funcionalidades do sistema de Gestão de Recursos Públicos (GRP), que terá todas as compras de bens e serviços processadas dentro do sistema. Atualmente todas as compras de materiais permanentes já são realizadas integralmente no sistema. A partir desta quinta, 22, todas as compras deverão tramitar pelo sistema.

O GRP é uma solução para controlar bens patrimoniais, almoxarifados e compras públicas. Os módulos de almoxarifado e patrimônio estão implantados em todas as secretarias e demais órgãos da administração Tião Viana, e representa uma forte ferramenta de planejamento para a gestão estadual. “Agora todas as compras passarão por essa ferramenta que também será integrada com o sistema financeiro do Estado, Safira. Além disso, teremos uma base de preço transparente, a qual os gestores consultarão para realizar compras mais econômicas para o Estado”, explicou o coordenador de Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), Carlos Rebello.

O principal objetivo do encontro foi aproximar os gestores dos usuários, como uma oportunidade de amadurecer o sistema e torná-lo mais eficiente. Delnete Campos, da Secretaria de Gestão Administrativa (SGA) falou acerca da estratégia. “O encontro foi imprescindível para tirar as dúvidas dos usuários e a parceria das secretarias com a DMA será válida por se tratar de uma grande ferramenta”, frisou.

“Toda implantação de sistemas tem suas dificuldades por precisar de aperfeiçoamento constante, mas sempre se tem a solução. Por isso, o encontro foi muito produtivo, é importante ouvir os usuários, os questionamentos e as impressões sobre o sistema”, completou Liege Moreno, do Almoxarifado da Secretaria Estadual de Educação (SEE).