Fórum Estadual aprova proposta do Plano de Educação do Acre

 

Proposta foi construída com os representantes da sociedade civil, instituições, entidades e poder público (Foto: Celis Fabrícia)
Proposta foi construída com os representantes da sociedade civil, instituições, entidades e poder público (Foto: Celis Fabrícia)

Por unanimidade, os membros do Fórum Estadual de Educação aprovaram a proposta do Plano de Educação do Acre. A votação foi realizada segunda-feira, 11, na Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE).  “O foco é a escola, o fazer pedagógico, a educação como um todo, pública e de qualidade”, pontuou  Marco Brandão, titular da pasta.

São membros do fórum a SEE, o Conselho Estadual de Educação (CEE), a União dos Dirigentes Municipais de Educação do Acre (Undime/Acre), a União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (Uncme/Acre), a Universidade Federal do Acre (Ufac) e o Instituto Federal de Educação do Acre (Ifac).

Após aprovação da proposta, plano deve ser votado pelos deputados estaduais (Foto: Celis Fabrícia)
Após aprovação da proposta, plano deve ser votado pelos deputados estaduais (Foto: Celis Fabrícia)

O Plano Estadual de Educação vai reger a educação no Acre nos próximos dez anos, estabelecendo metas a serem alcançadas em todos os níveis e modalidades, desde a educação básica ao ensino superior.

O documento é resultado de um processo de construção coletiva entre diversos órgãos e entidades educacionais e desenvolveu-se com a realização de um ciclo de debates nas escolas, regionais e municípios, culminando com a elaboração das propostas base, que foram discutidas, votadas e pactuadas. “Fizemos conferências em todos os municípios ouvindo a sociedade acreana, para chegar a essa proposta. Hoje é um grande dia”, assegura Iris Celia Cabanellas Zannini, presidente do Conselho Estadual de Educação.

Esse é um compromisso com políticas educacionais geradoras de avanços na educação de qualidade, democrática, inclusiva e socialmente referenciada no Acre. Após ser apresentado ao governador Tião Viana, o plano segue para votação na Assembleia Legislativa do Acre e, por determinação do Ministério da Educação (MEC), deve ser apresentado até o dia 24 deste mês.