cerca de R$ 1 bilhão

Durante encontro com Gladson, Marcio Bittar garante liberação de recursos do orçamento da União para o Acre

O relator do orçamento da União para 2021, senador Marcio Bittar, disse, durante encontro com o governador Gladson Cameli, que o Acre pode receber, até dezembro, cerca de R$ 1 bilhão do valor total do orçamento nacional.

Senador Marcio Bittar disse que o Acre pode receber até dezembro cerca de R$ 1 bilhão do valor total do orçamento nacional. Foto: Diego Gurgel

O senador foi recebido na Casa Civil pelo governador Gladson Cameli na tarde desta quinta feira, 29, em Rio Branco, para uma conversa seguida de uma coletiva de imprensa, com a participação dos secretários de Estado Alysson Bestene (Saúde), Rutembergue Crispim (Secom), Flávio Silva (Casa Civil), Moisés Diniz (Assuntos Estratégicos), Luiz Felipe Aragão (Sedur), o chefe de gabinete do senador, Felipe Spinoza, e o deputado estadual José Bestene.

Senador foi recebido na Casa Civil pelo governador Gladson Cameli nesta quinta feira para uma conversa seguida de uma coletiva de imprensa com a participação dos secretários de Estado e do deputado José Bestene. Foto: Diego Gurgel

Bittar fez questão de, pessoalmente, dar a boa notícia ao chefe do Executivo e garantir que Acre será contemplado com os recursos financeiros que ficaram sob a responsabilidade do relator. No orçamento para este ano, ficaram R$ 18,5 bilhões que só podem ser liberados com a anuência do senador.

“A execução desse montante durante todos os meses até o final deste ano depende da minha anuência, então é claro que as demandas do Acre estarão como prioridade. Quando é que o Acre vai conseguir deste dinheiro? Vai depender muito da nossa capacidade técnica junto com a equipe do governo, a equipe do meu gabinete de conseguir o mais rápido possível fazer os projetos e apresentar em Brasília”, destacou.

O senador disse ainda que fica feliz de trazer uma notícia como essa ao Acre. “Eu espero que ao lado desse orçamento, o Acre, com apoio do presidente Bolsonaro, consiga avançar com muitas obras, aquecendo a economia. No orçamento, a atividade parlamentar vai suavizar muito a ausência de atividade econômica própria”, disse Bittar.

Governador Gladson comemorou a garantia dos recursos financeiros para o Acre e afirmou que o Estado não pode perder tempo. Foto: Diego Gurgel

O governador Gladson comemorou a garantia dos recursos financeiros para o Acre e afirmou que o Estado não pode perder tempo. Para ele, a equipe precisa elaborar e apresentar os projetos no menor espaço de tempo para garantir a execução dos projetos, gerar emprego e aquecer a economia. Gladson agradeceu ao senador pelo esforço em assegurar que o Acre seja contemplado.

“Como governador, eu lhe digo muito obrigado. Temos muito o que fazer e pouco tempo para tirar do papel. A equipe tem que executar as prioridades e achar os meios para que  a gente possa colocar todos esses investimentos na prática. Iniciamos as obras que a gente vem falando, que a bancada federal tem ajudado, isso vai aumentar o número de empregos. Vamos lançar em breve, em parceria com a Federação da Indústrias, um pacote de obras pequenas, para atender o microempresário, tendo um efeito imediato na geração de emprego e renda”, disse.

Dentro do pacotes de grandes obras estruturantes já contempladas com recursos para este ano, o senador citou a recuperação do Igarapé São Francisco, um projeto orçado em R$ 200 milhões, a recuperação das rodovias federais e estaduais e R$ 100 milhões para o fortalecimento da agricultura nas 22 cidades do Acre.

Estrada para Pucalpa

O senador Márcio Bittar aproveitou a ocasião para prestar esclarecimentos sobre a proposta de abertura da estrada binacional que vai ligar Cruzeiro do Sul a Pucalpa, no Peru, passando pelo Parque Nacional da Serra do Divisor. Bittar disse que estão criticando, sem base técnica, um projeto que está previsto dentro do plano inicial de criação do Parque. O senador lembrou que por enquanto existe apenas o pré-projeto, e que todos as etapas serão cumpridas até que o licenciamento ambiental seja aprovado.

Bittar aproveitou a ocasião para prestar esclarecimentos sobre a proposta de abertura da estrada binacional que vai ligar Cruzeiro do Sul a Pucalpa, no Peru. Foto: Diego Gurgel

“Ninguém está preparando projeto para acabar com a Serra do Divisor. São apenas dez quilômetros dentro do parque. O meu desejo é que, ao lado do trabalho que o Gladson vem fazendo e o presidente Bolsonaro apoiando, a gente consiga destravar a economia do Acre”, concluiu.