ações conjuntas

Acre e Bolívia se reúnem em fórum pela segurança da região de fronteira

Os governos do Estado do Acre e do Departamento de Pando, na Bolívia, reuniram-se na manhã desta quinta-feira, 29, na cidade de Cobija, para dar início ao Fórum Binacional de Segurança Brasil-Bolívia, com o objetivo de unir esforços contra crimes transfronteiriços.

Comitiva do Acre participou do encontro com representantes das polícias Civil e Militar, agentes penitenciários e Corpo de Bombeiros, além de representantes da Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal. Foto: Odair Leal/Secom

Liderada pelo secretário de Justiça e Segurança Pública, Paulo Cézar Santos, a comitiva do Acre participou do encontro com representantes das polícias Civil e Militar, policiais penais e Corpo de Bombeiros, além de representantes da Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal. Entre as principais discussões entre os países, estão o intercâmbio de informações de inteligência, os sistemas penitenciários, estratégias de combate ao tráfico de pessoas e, principalmente, a luta contra o narcotráfico.

Secretário destacou que o governo se prepara para ter seu primeiro Centro Integrado de Comando e Controle. Foto: Odair Leal/Secom

Paulo Cézar destacou que o Acre vive uma condição praticamente única em sua fronteira, conectado a dois países, com a necessidade de uma ação do Estado para minimizar os impactos da violência. Com o governador Gladson Cameli estabelecendo como uma de suas prioridades o combate aos crimes transfronteiriços desde o início da gestão, o governo se prepara para ter seu primeiro Centro Integrado de Comando e Controle ainda neste primeiro semestre, junto a um pacote de ações pontuais por meio do Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas (Vigia), do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Combate às facções e recuperação de, como veículos foram alguns dos temas tratados durante encontro. Foto: Odair Leal/Secom

“A pedido do governador Gladson Cameli, temos nos reunido com as autoridades bolivianas desde o primeiro semestre de 2019 e firmamos uma cooperação técnica que nos permitiu ganhos importantes, principalmente no combate às facções, em recuperar ativos, como veículos, e agora estamos retomando e fortalecendo ainda mais esse trabalho. Trata-se de uma das principais ações do sistema de segurança e é responsável direta pela redução dos índices de violência em 42% ao longo destes primeiros dois anos de gestão”, conta o secretário.

A governadora de Pando, Paola Tarraxas, ressaltou sua felicidade por ter conseguido reunir tantas autoridades em torno de um assunto tão importante que é a segurança da população. Para ela, a união de esforços com o governo do Acre é essencial para manter toda a região de fronteira segura por meio de ações conjuntas.

“Um dos pilares mais importantes de uma sociedade é segurança pública. Ainda mais num momento em que estamos tendo uma crise mundial de saúde e economia. Por isso, estamos hoje fortalecendo a integração entre Bolívia e Brasil e agradeço ao governador Gladson Cameli, que mandou seus representantes. Este é um momento histórico em ir contra a criminalidade e combater nossos inimigos em comum”, destaca a governadora.

O Fórum Binacional contou ainda com as presenças do deputado estadual Luiz Gonzaga, o prefeito de Epitaciolândia, Sérgio Lopes, e a prefeita de Brasileia, Fernanda Hassen.