Descontração marca encontro de Marco Brandão com alunos da Marilda Gouveia

    DSC_8831Secretário conversou mais de uma hora com alunos do 9º ano (Fotos: Marinez Lopes/SEE)

Olhares atentos e curiosos que pareciam captar cada gesto e palavra que o secretário de Estado de Educação e Esporte expressava. Foi assim a recepção dos alunos do 9º ano da Escola Estadual Marilda Gouveia Viana, no bate-papo com Marco Brandão.

Em ritmo leve e descontraído, Brandão conversou mais de uma hora com os estudantes que este ano terminam o ensino básico e vão para o médio: “Nós trabalhamos para tentar garantir que vocês tenham sucesso na vida por meio da educação, mas não podemos garantir isso, porque não depende apenas do Estado, mas do esforço de cada um para mudar sua realidade e chegar aonde deseja”, frisou o secretário.

Ao contar sua trajetória de vida e seu percurso acadêmico até chegar à posição de titular da pasta estadual, o gestor arrancou risos e também simpatizantes: “Ele é alegre e descontraído, né? Gostei muito, porque ele nem parece a autoridade que é!”, disse o aluno Raí Alves, surpreso com a postura do líder.

(Foto: Marinez Lopes/SEE)
Clima de descontração e palavras de incentivo deram o tom da conversa  (Foto: Marinez Lopes/SEE)

Já para Adryan Braga, do 9º ano B, a visita foi inspiradora: “Conhecer a história dele foi motivante, porque ele veio da classe mais baixa da sociedade e hoje é o secretário de Educação do Acre, isso por meio dos estudos. Então, é um incentivo grande, que nos faz acreditar que o estudo é a nossa ponte para o sucesso”, disse.

A visita à escola foi na manhã desta terça-feira, 12, na instituição, que atende mais de 800 alunos do ensino fundamental e faz parte do zoneamento da Baixada I, em Rio Branco.

Para o diretor Onildo Muniz, a presença do secretário foi o incentivo de que os alunos precisavam: “Esta escola fica em uma zona de periferia, e aqui há muitos alunos desestimulados. Alguns até pensam que não serão capazes de avançar, de vencer. Então, a partir de um exemplo de história de vida e sucesso como a do secretário, eles novamente se sentem motivados e passam a acreditar mais no futuro”, avalia.