Crianças aprendem primeiros passos musicais em oficina de canto

Kelen Mendes ensina técnicas básicas para trabalharem a voz (Foto: Diego Gurgel/Secom)
Kelen Mendes ensina técnicas básicas para trabalharem a voz (Foto: Diego Gurgel/Secom)

A mistura de várias narrativas promove o encontro de crianças com a música. Assim é a experiência que um grupo vivencia na “Oficina de Canto Popular”, ministrada pela artista Kelen Mendes. A oficina faz parte do projeto de formação da Fundação Elias Mansour (FEM), por meio do Departamento de Apoio às Artes (Dartes) e Escola de Música do Acre (Emac).

A oficina tem como proposta apresentar os conceitos musicais com uma abordagem lúdica, por meio do movimento, dança, os sons do corpo, a voz, o improviso.

As crianças, com idade de 8 a 13 anos, soltam a voz e mergulham num repertório regionalizado com noções básicas de canto. Para Kelen Mendes o resultado é imediato com os ‘pequenos’ no universo de canções que não podem ser acessadas facilmente, mas que carregam a sabedoria da cultura popular.

“A identificação dos alunos om o repertório local, que fala dos animais, da luta contínua pela defesa da floresta ou curiosidades da cultura acreana, facilita a conversa com o grupo e oferece a oportunidade de cantarem juntos e conhecer a nossa rica cultura musical”.

A pequena Eduarda Procksch, 11 anos, é só afinação. Incentivada por sua mãe a participar da oficina, Eduarda ver na música uma oportunidade de ser uma cantora profissional.

“A música te leva para vários lugares. Ser cantora é o meu sonho e, minha mãe e amigos dizem que canto bem. Eu me sinto calma quando canto, só que quando faço isso gosto que ninguém me perturbe para cantar. A música traz harmonia e paz”, disse Eduarda ao mostrar que possui certo talento para a arte.

João Donato, Da Costa, Los Porongas e tantos outros artistas enriquecem o repertório das aulas, realizadas às segundas, quartas e sextas, das 14 às 16 horas, até o dia 24 deste mês. O encerramento será com a apresentação dos alunos.

Sobre Kelen Mendes

A artista é servidora pública, cantora e compositora rio-branquense e trabalha com coral de crianças há dez anos em escolas públicas de ensino regular. Ela possui no seu currículo uma vasta experiência em arte e educação musical.