Cooperação Amazônica visita área de manejo da Resex Chico Mendes

 O grupo acompanhou o trabalho de manejo florestal comunitário da Resex Chico Mendes (Foto: Maria Meirelles/Secom)
Grupo acompanhou o trabalho de manejo florestal comunitário da Resex Chico Mendes (Foto: Maria Meirelles/Secom)

Os representantes dos países amazônicos que compõem a Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTAC), que vieram ao Acre participar da segunda reunião do comitê diretivo, visitaram a Reserva Extrativista Chico Mendes, em Xapuri, nesta quinta-feira, 12.

O grupo acompanhou o trabalho de manejo florestal comunitário desenvolvido dentro da reserva, fomentado pelo governo do Estado, que atualmente já gera renda para mais de 60 famílias de extrativistas da região.

O plano de manejo da Resex Chico Mendes é executado pela Cooperativa dos Produtores Florestais Comunitários (Cooperfloresta), que conduziu a visita dentro área de exploração comunitária.

“Essa foi experiência muito interessante e importante para os delegados que estão aqui, dos países da Amazônia. Pudemos ver como a floresta no Acre é utilizada e manejada. E foi interessante perceber que há um compromisso sério da comunidade nessa proteção e utilização consciente da floresta”, frisou o engenheiro florestal da OTCA, Vicente Guadalupe.

Dionísio Barbosa, presidente da Cooperfloresta, observa que a proposta do manejo florestal dentro da reserva não visa apenas retorno econômico, mas sim a valorização da biodiversidade. “A floresta em pé gera mais muito mais benefícios e renda para os extrativistas”, afirmou Barbosa.

DSC_0215
John Leigh destacou a parceria do ITTO com o Acre (Foto: Maria Meirelles/Secom)

Segundo o representante da Organização Internacional de Madeira Tropical (ITTO), John Leigh, a instituição apoia muitos projetos acreanos. “Há muitos anos a gente vem desenvolvendo um trabalho de apoio ao extrativismo e de manejo ecológico das florestas do Acre. Incentivamos a extração de produtos, de maneira sustentável, que mantém a biodiversidade e gera benefícios econômicos para as comunidades”, destacou.

Na ocasião, o grupo também visitou a Fábrica de Beneficiamento de Castanhas, em Xapuri, gerida pela Cooperativa Central de Comercialização Extrativista do Acre (Cooperacre). Por se tratar de manejo florestal comunitário, a segunda reunião do comitê diretivo do projeto de Fortalecimento Institucional dos países membros OTCA foi presidida pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente.

OTCA

A OTCA é composta por oito países amazônicos – Bolívia, Brasil, Peru, Colômbia, Equador, Venezuela, Suriname e Guiana – que têm o objetivo de promover o desenvolvimento harmônico da região e o bem-estar de suas populações, além de reforçar a soberania dos países sobre seus territórios amazônicos.