Arraial Cultural reuniu cerca de 25 mil pessoas na noite de ontem

Penúltima noite do evento contou com a tão esperada apresentação do cantor paraense Pinduca, o Rei do Carimbó.

1215363766_arraial_cultural__sergio_vale_20.jpg

Mais de 25 mil pessoas estavam ontem no Arraial Cultural. A média diária de público ultrapassa 10 mil nos seis dias de festa.

Ontem, 5, durante penúltima noite da décima edição do Arraial Cultural, cerca de 25 mil pessoas foram ao estacionamento do estádio Arena da Floresta, segundo a Polícia Militar. Desde a última terça-feira, 1, os acreanos têm lotado a festa para ver quadrilhas juninas, participar das brincadeiras tradicionais e apreciar as comidas típicas.

Em 2008, a apuração do concurso de quadrilhas do Arraial Cultural aconteceu de forma inédita, sendo aberta ao público, com a nota anunciada por categoria em voz alta pelos coordenadores. A apuração foi concluída na tarde de ontem, 5, feita por uma comissão julgadora composta por cinco pessoas. 

Os jurados elegeram como a grande campeã a quadrilha Pega-Pega e em segundo e terceiro lugar, os grupos Sassaricando e Matutos da Roça. Hoje, 6, na noite de encerramento do evento, as quadrilhas vencedoras do concurso serão premiadas com um grande show de fogos e ao som da Banda Forró Pesado.

A organização montou um palco alternativo, o "Saudades do Seringal". Na noite de ontem, o grupo Monteirinho e Os Bangunceiros do Forró embalaram o evento com um repertório característico das festas populares. Também houve a apresentação do grupo As Pastorinhas, mostrando ao público diversas cantigas de roda infantis e do grupo cearense de cordel As Catirinas: Uma Comédia Tradicioanal Popular.

O espetáculo de As Catirinas conta a história de duas artistas que viajam de praça em praça levando alegria por onde andam, tudo em meio a emboladas, versos e poesias de cordel. "A nossa apresentação representa a essência da mulher sertaneja", definiu uma das integrantes do grupo, Josy Correa. Ela também elogiou a boa recepção acreana. "É a primeira vez que viemos ao Acre e estamos muito felizes com a forma que fomos recebidas", elogiou. O espetáculo As Catirinas: Uma Comédia Tradicional Popular também será apresentada na noite de hoje, 6, data em que encerra o Arraial Cultural.

Mas a grande e mais aguardada atração foi o show do cantor paraense  Pinduca, apresentando o repertório de seu DVD, marcado  pelos ritmos sirimbó, lári-lári, lambada e lamgode, as especialidades do Rei do Carimbó. Fazem mais de trinta anos que o artista não vem ao Acre e retornar ao Estado depois de tantos anos, segundo ele, foi uma oportunidade encantadora.

"Rio Branco é uma cidade linda, fiquei maravilhado com a gente daqui. Se Deus quiser, voltarei ao Acre para fazer mais shows", disse o artista. Durante o show, Pinduca juntamente com a sua banda, composta por 18 pessoas, entre músicos e bailarinos, garantiu a animação do público. Até aqueles que nunca dançaram carimbó na vida, arriscaram alguns passos.

Para a noite de encerramento, a animação fica por conta dos grupos Caravana do Pecado e Verônica Padrão com a Banda Pimenta de Cheiro. Também irão se apresentar as quadrilhas da 3ª Idade do Sesc e Rosa Divina, vinda diretamente de Porto Velho.

O Arraial Cultural é promovido pelo Governo do Estado do Acre, através da Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour (FEM) e apoio da Prefeitura de Rio Branco, por meio da Fundação Garibaldi Brasil e da Liga das Quadrilhas Juninas do Acre.