Alunos do Ifac participam de aula prática no Campus do Agronegócio

Estudantes do Ifac de Xapuri realizam plantio de milho no Campus do Agronegócio (Foto: Leônidas Badaró)
Estudantes do Ifac de Xapuri realizam plantio de milho no Campus do Agronegócio (Foto: Leônidas Badaró)

Mesmo faltando mais de um mês para a Expoacre 2016, que será realizada de 23 a 31 de julho, o Campus do Agronegócio já começa a ser utilizado para uma de suas principais finalidades: ser um local de pesquisa, onde sejam realizados estudos e trocas de experiências do setor produtivo acreano.

Foi o que ocorreu na manhã desta segunda-feira, 6, com estudantes do curso de Agroecologia do Instituto Federal do Acre (Ifac) de Xapuri.

Estudantes do Ifac de Xapuri realizam plantio de milho no Campus do Agronegócio (Foto: Leônidas Badaró)
Estudantes do Ifac de Xapuri realizam plantio de milho no Campus do Agronegócio (Foto: Leônidas Badaró)

Nove estudantes, supervisionados por um professor da instituição e técnicos da Secretaria de Estado de Agricultura e Pecuária (Seap), são os responsáveis pelo plantio de milho usado para fazer silagem, uma técnica utilizada para armazenar alimentos para animais, principalmente bovinos.

A oportunidade foi comemorada por quem sabe da importância de experiências práticas para enfrentar o mercado de trabalho. “Muito relevante, porque já temos bastante conhecimento da teoria, mas é importante a parte prática, para que nos tornemos bons profissionais”, afirma Uena da Silva, estudante.

A opinião é compartilhada pelo também futuro profissional de agroecologia Heitor Ribeiro. “Para nós, termos essa parceria com a Seap é extremamente importante, porque podemos associar na prática o que nos é ensinado em sala de aula.”

Estudante do Ifac prepara a terra onde serão plantados sementes de milho no Campus do Agronegócio (Foto: Leônidas Badaró)
Estudante do Ifac prepara a terra onde serão plantados sementes de milho no Campus do Agronegócio (Foto: Leônidas Badaró)

O professor do Ifac Liandro Beserra acompanhou a turma e elogiou a oportunidade. “A prática é essencial, para que eles consigam assimilar os conteúdos. Como temos dificuldades em realizar aulas práticas, com essa parceria conseguimos proporcionar mais conhecimentos aos estudantes.”

Já pela Seap, Michelma Lima, agrônoma, destaca que o intercâmbio com estudantes é um dos objetivos do campus. “Essa interação é muito importante. Eles estão aprendendo as técnicas sobre como se faz um plantio de milho e vão poder usar esse aprendizado em suas vidas profissionais.”

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest