Xapuri realiza 1ª Feira de Economia Solidária

como Carmita Pereira de Souza, proprietária da Saboaria Xapuri, aprova ação (Foto: Cedida)
Carmita Pereira de Souza, proprietária da Saboaria Xapuri, aprova a ação (Foto: Cedida)

A 1ª Feira de Economia Solidária de Xapuri foi realizada no último fim de semana, marcando a adesão do município ao Programa Estadual de Feiras Regionais, coordenado no Acre pela Secretaria de Estado de Pequenos Negócios (SEPN).

O programa incentiva a criação de feiras de economia solidária nos 22 municípios acreanos, com a proposta de fomentar a implantação e espaços permanentes de comercialização aos adeptos da prática solidária e beneficiários de pequenos negócios.

Além da SEPN, que realiza as feiras, também participaram da ação a Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac), demonstrando e prospectando a transferências das tecnologias desenvolvidas pela instituição: Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (Sebrae), prefeitura e Câmara Municipal de Xapuri, Instituto Federal do Acre (Ifac), Associação de Moradores da Resex Chico Mendes, Associação Mãos de Mulher, Polo Xapuri II e Cooperativa de Artesanato de Xapuri.

A Funtac apresentou os resultados de pesquisas realizadas com micropropagação de orquídeas nativas, painéis de bambu e de resíduos florestais, pequenos objetos de madeira, frutos de tecnologias aplicadas à matéria-prima local, além de produtos fitocosméticos e demonstração da prestação de serviços, como análise físico-químicas de óleos e de água.

“Nosso intuito em participar da feira é demonstrar ao público de que maneira a Funtac pode colaborar para o desenvolvimento e a transferência de tecnologias e de know-how que beneficiem os empreendimentos do Estado”, disse Vasti Quintana, coordenadora do Departamento de Desenvolvimento Institucional da Funtac.

As ações desenvolvidas pela Fundação de Tecnologia do Acre são reconhecidas por empreendedores locais como Carmita Pereira de Souza, proprietária da Saboaria Xapuri.  “O trabalho da Funtac é muito importante. Por meio dos cursos de capacitação, foi possível melhorar a qualidade dos nossos produtos”, declarou.