Solidariedade

Voluntários se unem ao Estado para distribuição de sopa durante crise gerada por Covid-19

O vendedor ambulante, Valdizar Pereira Alves de 38 anos, natural de Barreiras – Bahia, agradece ao Acre pela sua ajuda e diz ser grato e satisfeito por receber essa alimentação. Pretende voltar a sua cidade natal, mas com boas lembranças do estado . “Essa sopa é deliciosa, a de ontem tava boa e a de hoje está excelente, além de ter sido minha salvação para poder conseguir economizar dinheiro para voltar para a minha cidade. Estou vivendo aqui na rodoviária, levantando dinheiro para ir embora”, comentou.

Valdizar pretende voltar a sua cidade natal no estado da Bahia Foto: Neto Lucena

Preocupados com a situação de vulnerabilidade durante o período de isolamento social por conta da Covid-19, o Gabinete da Primeira-dama Ana Paula Cameli, a Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM) em parceria com o Sistema Fecomércio – Sesc e Senac, realizam entrega de sopas durante o mês de abril a entidades, hospitais e locais públicos.

Na Casa Rhuama foram entregues uma caixa com 14 unidades. “Nós acolhemos até 10 pessoas em situação de rua, hoje temos quatro e ontem havia oito pessoas, a casa é muito rotativa. Essa sopa ajuda muito, é muito importante para a casa, toda ajuda é bem-vinda, toda doação”, destacou o coordenador da Casa Rhuama, Orlando Mendes.

Coordenador da Casa Rhuama, Orlando Mendes Foto: Neto Lucena/Secom

A entrega de sopas produzidas pelo restaurante do Serviço Social do Comércio (Sesc), contempla, além dos servidores de saúde, acompanhantes de pacientes nos hospitais, moradores de rua, funcionárias da rodoviária de Rio Branco, imigrantes venezuelanos. Na rodoviária são entregues três caixas diariamente, na Unidade de Pronto Atendimento da Sobral (UPA) são entregues até quatro caixas, e de seis a oito no Hospital da Criança, Maternidade e Pronto Socorro.

Servidores do Hospital da Criança recebem sopa Foto: Neto Lucena/Secom

“Trabalho aqui há um ano e isso nunca tinha acontecido, é a primeira vez. Está sendo maravilhoso, é uma ajuda, muitas pessoas aqui não têm o que comer, principalmente os moradores de rua,  ainda mais uma sopa deliciosa dessas”, comentou a funcionária da rodoviária, Maria do Rosário, de 54 anos.

A entrega de sopas iniciou de 13 de março e continuará até o final do mês de abril.

Funcionários e moradores da rodoviária recebem sopa Foto: Neto Lucena/Secom