Usina de Arte abre inscrições para cursos livres

O projeto de formação da Usina de Arte João Donato oferece cursos gratuitos nas áreas de música, teatro e artes visuais. As inscrições estão abertas até o dia 27 deste mês e podem ser efetuadas na secretaria da Usina, das 8h30 às 12 horas, e das 14 às 18 horas, de segunda a sexta.

A formação na Usina é oferecida a crianças e jovens (Foto: Val Fernandes)
Formação na Usina é oferecida a crianças e jovens (Foto: Val Fernandes)

Os cursos livres oferecidos na área de música são: violão popular (60 horas), teclado e piano (60 horas), e percussão (130 horas). Podem participar jovens com idade a partir de 15 anos e o pré-requisito exigido é ter conhecimento básico com o instrumento. A seleção será nos dias 30 e 31 de março.

Já o curso de produção de áudio (125 horas), que inclui gravação, edição e mixagem, dirigido ao público a partir dos 16 anos, exige conhecimentos básicos de informática e música.

O corpo de professores de música é formado por André Dantas (piano), Alexandre Anselmo (percussão e produção de áudio) e Adson Barbosa (violão).

O curso de desenho básico, para crianças de 8 a 12 anos, será ministrado pelos artistas visuais Marcelo Zuza e Lorran Nery. Os alunos irão praticar exercícios de luz, sombra, volume, profundidade, linha, formas, perspectiva, textura e estrutura da composição, e expressão livre e terão noções de linguagem visual. “A ideia é estimular a coordenação motora, incentivar a criatividade e a vivência em grupo”, explicou Marcelo Zuza.

A atriz, diretora teatral e professora de artes cênicas, Cláudia Toledo é responsável pela formação em intérprete teatral. O curso é para pessoas com idade a partir dos 16 anos.

“Essa formação é muito importante, porque iremos atender uma demanda da sociedade, pois é constante a procura por ações de formação artística para crianças e jovens”, disse Karla Martins, presidente da Fundação Elias Mansour (FEM).

Os cursos livres fazem parte do Programa de Formação Artística e Cultural, projeto de formação inicial e continuada, coordenado pelo governo do Estado, por meio da FEM e Instituto Dom Moacir (IDM). Informações no telefone 3229-6892.