Tudo tem seu começo: problema e solução

Por Thales Vasconcelos*

Opa, seu leitor!
Opa, dona leitora!
Muito prazer e satisfação!
Francisco Firmino é o meu nome.
Trago aqui uma questão:

Tem umas coisas na vida,
que mexem com o coração,
venho contar pra vocês
porque é de precisão.

Tudo teve seu começo:
o problema e a solução.
Quem bem souber o endereço
se livra da confusão.

Seja qual for o aperto,
o que desfaz nó é a mão
pegando no fio da memória,
a ponta da amarração.

Vejo casais divididos,
querendo a separação
de um amor enlaçado
que já deu procriação.

Os seus filhinhos confusos
pedem reconciliação.
Cada um puxando pr’um lado,
o nó está feito, então.

Seu leitor, dona leitora,
segura o fio na sua mão.
Se tudo tem um começo,
qual é o da sua união?

Olha, o Natal está chegando,
faz uma avaliação:
o que ficará de herança
pra próxima geração?

Quer dar amor aos seus filhos?
Tem bem melhor condição
quem dá a esposa ou ao marido:
amor e consideração.

 

*Thales Vasconcelos é psicólogo e artista de cultura popular. Exerce a função de psicólogo organizacional na Fundação Elias Mansour e, atualmente, está cursando mestrado em Artes Cênicas na Ufac. Francisco Firmino é um personagem cordelista e repentista acreano que busca, através de suas manifestações artísticas, abordar as questões sociais com as quais se depara no dia a dia