Tião Viana diz em diplomação que a política deve ser feita pelo bem servir

Governador representou os demais eleitos do poder executivo (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
Governador representou os demais eleitos do poder executivo (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

O governador Tião Viana, diplomado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) na sexta-feira, 19, para exercer seu segundo mandato como chefe do Executivo, fez discurso na sessão solene representando os demais diplomados do Poder Executivo. Destacamos os pontos principais de seu pronunciamento aos presentes.

O diploma mais valoroso

Tião agradeceu o legado dos governantes deixado pelos seus antecessores nas pessoas da governadora Iolanda Fleming e do irmão, hoje senador, Jorge Viana; à família na representação de seu, Wildy Viana com 86 anos de idade; aos três filhos Marihá, Catarina e Virgílio e fez agradecimento especial a esposa Marlúcia Cândida.

Esse é um momento especial. Esse diploma é muito especial. Confesso a todos que já fiz dezenas de concursos, em quase todos fui bem sucedido conquistando o primeiro lugar, mas o mais bonito diploma é àquele dado pelo povo na democracia”.

Momento especial para história

O discurso também foi representando a vice-governadora eleita, Nazaré Araújo. Tião lembrou que o pai da vice-governadora, José Augusto de Araújo foi ex-governador do Acre, teve seu mandato tomado pelas forças da ditadura militar e por isso, a diplomação da vice-governadora tornava aquela solenidade um momento especial para a história.

Para nós é uma honra esse momento de recebimento de diploma de governador e vice-governadora. Os desafios são enormes”.

Agradecimentos a presidente Dilma

A diplomação da presidente Dilma Rousseff, reeleita para governar o país também foi lembrada por Tião Viana em seu discurso. Ocasião na qual o governador apresentou seus agradecimentos à presidência pelo apoio ao Acre. “O Acre deve muito a presidência da República, à presidente Dilma. O meu governo deve muito a ela. Desejo muita sorte a presidente, com pleno êxito dos valores da democracia”.

Acre peculiar

As peculiaridades que cercam o Acre foram observadas pelo governador em seu discurso. Peculiaridades que seu governo leva em questão na hora de definir políticas públicas no Estado.

“Certamente nós vivemos num Estado que tem suas peculiaridades. É um Estado das cabeceiras dos rios, um estado amazônico. Isso, por si só, nos transfere uma enorme responsabilidade e a nossa matriz de princípios cada dia tem que ser mais forte em conservar os recursos naturais, em desenvolver, em assegurar qualidade de vida”.

Relação situação x oposição

Ao falar sobre política, Tião destacou que oposição e situação lutam pelo mesmo objetivo: o bem estar social e reforçou que tem confiança nos poderes constituídos.

“Quando olhamos para os valores da democracia, a responsabilidade também é enorme, a convivência nas diferenças, a capacidade de construir pelas diferenças, pelo contencioso e pela harmonia. Tenho a mais absoluta e elevada confiança nos poderes constituídos e entendo que a democracia se expressa melhor e fica mais firme junto a sociedade quando há convergência entre governo e oposição do Estado livre se apresentam com menor diferença e menor rancor, quando se apresenta pelos valores, pelas buscas do bem servir e do bem fazer a sociedade”.

Respeito ao legado dos antecessores

Tião Viana deixou claro seu respeito pelos governantes que o antecederam e frisou que julgamentos cabem a história deixada por cada um.

Temos gerações inteiras de governantes que conduziram tão bem esse estado. Uns conduziram de maneira exemplar, outros com suas dificuldades próprias, que não cabe julgamentos. Quem julga o passado é a história. É a observação da história”.

As conquistas das gestões da Frente Popular

Suas conquistas políticas e as conquistas dos três governantes da Frente Popular ganharam espaço no discurso de diplomação. Tião Viana lembrou suas vitórias e de Jorge Viana nas eleições que disputaram no Estado e agradeceu o empenho dos ex-governadores Jorge Viana e Binho Marques.

“Tenho um agradecimento especial ao senador Jorge Viana, por ser da minha geração de governadores. Uma geração que ajudou a semear novos ideais, novos caminhos, numa maneira de pensar na região amazônica de maneira distinta, tendo sido depois circundada pelo governador Binho e depois por mim”.

Gratidão

Só temos gratidão ao povo do Acre. Aos mais humildes eu transmito a minha gratidão tendo ido mais de 480 vezes aos municípios desse estado em visitas de trabalho. Divido com todos esse momento da história”.

Acre de avanços

Os bons indicadores do Acre também foram observados pelo governador.

“Ajudar a mudar os indicadores do Acre é virtuoso. Esse Estado, terceiro estado em redução da desigualdade no Brasil, cresce mais de 7% ao ano, nos últimos cinco anos e vem crescendo há mais de 16 anos. É um estado que é o primeiro em qualidade da Educação do Norte/Nordeste. Um estado que o PIB per capta quase quadriplicou e que tem política de desenvolvimento muito bem definida. Essas responsabilidades se somam aos melhores valores da vida, da democracia, da ética e da convivência social”.

A gratidão aos familiares

Por fim, Tião Viana elevou, novamente seus agradecimentos ao povo do Acre e em especial a família.

“Quero agradecer imensamente ao povo do Acre, às pessoas mais humildes nas cabeceiras dos rios, em qualquer comunidade ribeirinha, em qualquer ambiente. As pessoas da minha casa, aos meus pais, os meus irmãos, aos familiares, de modo especial aos filhos pela compreensão e à Marlúcia “.

Compromissos do futuro e valores democráticos

Tião concluiu reafirmando seu compromisso de fazer o melhor pelo povo do Acre na gestão pública e a defesa dos valores democráticos.

“Dei o melhor de mim nesse primeiro mandato e peço a Deus toda a força para dar mais e mais ainda o melhor de mim e da equipe de governo pelo Acre. E viva a boa convivência democrática, a tolerância, o respeito às diferenças e a defesa do Estado democrático de direito. Muito obrigado”.