Tecnologia e Inovação

Setor da madeira e móveis querem criar novos produtos e melhorar a qualidade de seus produtos para competir no mercado

img_1529.jpgMelhorar a produtividade e a competitividade do setor madeira e móveis é o tema central do Workshop Tecnológico 2008 promovido pelo Sebrae, através do projeto Estruturante de Madeira e Móveis da Amazônia que inicia nesta quint-feira, 14, e se estende até sexta-feira, 15, sempre a partir das 14 horas, no Centro Empresarial do Sebrae, na Avenida Ceará.

“A realização deste evento está acontecendo a partir de várias reuniões que tivemos com o setor madeira e móveis, instituições públicas de ensino e pesquisa  a partir das quais surgiram várias demandas do setor que estarão sendo debatidas com os palestrantes das instituições de ciência e tecnologia”, explica Fábio Oliveira, gestor do projeto estruturante de madeira e móveis da região norte pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Acre (Sebrae-AC).

Além dos empresários, também participaram das reuniões e agora do evento instituições como a Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac), o Centro de Madeira e Móveis (Cetemm/Senai), a Universidade Federal do Acre (Ufac), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) , Secretaria Estadual de Floresta (Sef) através do Pólo Moveleiro do Distrito Industrial .

Dentre as necessidades apontadas pelos madeireiros está a de compensar as empresas que conseguem maior conversão das toras em madeira trabalhada, como também estimular as demais para que melhorem seu aproveitamento. Já  os moveleiros querem aproveitar melhor a imensa variedade de madeiras que estão sendo manejadas das florestas acreanas, mas para isso necessitam de informações técnicas a fim de determinar a qualidade e resistência dessas espécies ainda pouco conhecidas comercialmente.

O projeto estruturante de madeira e móveis que as Unidades do Sebrae da Amazônia num esforço conjunto para melhorar a qualidade dos serviços e produtos deste setor em toda a região Norte. Para acelerar este processo estão combinando pesquisas e conhecimentos acumulados pelas várias instituições que compõem o ICT (Instituições de Ciência e Tecnológica). Com isso haverá uma maior aproximação das empresas com o Sebrae e ICT promovendo o debate e a solução de suas demandas por meio da oferta de tecnologias de inovação para o setor.

A primeira palestra desta quarta-feira será proferida pelo diretor técnico do Sebrae do Pará, Cláudio Ribeiro, falando sobre a importância da inovação e da tecnologia para o aumento da produtividade e da competitividade. Em seguida, Rogério Garber, presidente da R. Garber apresenta pesquisa de mercado para o setor madeira e móveis.

Na sexta-feira acontece o bate-papo tecnológico entre os empreendedores e as ICTs com o objetivo de aproximar a oferta das demandas tecnológicas. Em seguida será formulado documento contendo as principais demandas e sugestões do setor.