Suspensão de DPVAT para leiloados é pauta de conversa no Detran

Nos editais de leilões de veículos do Detran que os bens leiloados devem ser entregues aos arrematantes sem nenhum débito anterior (Foto: Weslley Crhystian/Detran)
Nos editais de leilões do Detran, os bens leiloados devem ser entregues sem débito anterior (Foto: Weslley Crhystian/Detran)

A direção do Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran) se reuniu na terça-feira, 5, com representante da Seguradora Líder, para esclarecimentos a respeito dos procedimentos relativos à suspensão da taxa do seguro obrigatório para os veículos leiloados.

O Seguro por Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) é obrigatório pela lei 6.194/74 e utilizado para indenizar vítimas de acidentes de trânsito causados por veículos motorizados que circulam por terra ou por asfalto.

(Foto:Weslley Crhystian/Detran)
Detran e seguradora se reuniram esta semana (Foto:Weslley Crhystian/Detran)

É estabelecido nos editais de leilões de veículos do Detran que os bens leiloados  devem ser entregues aos arrematantes sem nenhum débito anterior, inclusive o seguro DPVAT.

“Queremos a garantia de que o Detran está agindo corretamente ao desvincular as taxas inerentes ao seguro DPVAT”, ressalta a diretora administrativa e financeira do Detran, Alana Albuquerque.

Para o representante da Seguradora Líder, Celso Meyer, o Detran/AC acerta quando estabelece em edital a quitação dos débitos: “Estabelecer no edital que esses veículos estarão isentos de taxas anteriores é a maneira mais correta para os procedimentos de leilão público”, afirma.