cultura

Sessão Aquiry: projeto cria acervo audiovisual da música acreana

A convergência entre segmentos artísticos pode gerar resultados fascinantes. A união entre a música e o audiovisual resultaram na Sessão Aquiry, um projeto contemplado pela Lei Aldir Blanc que une doze artistas acreanos em um rico acervo que será disponibilizado gratuitamente na internet.

Sessão Aquiry foi idealizado pelo músico e produtor João Vasconcelos, que tem sua contribuição na história da música acreana. Ele foi guitarrista na banda Los Porongas, tocando ao lado de Diogo Soares, Jorge Anzol e Márcio Magrão.

Atualmente o músico trabalha em seu primeiro EP solo, intitulado “O Passo Incerto do Coração”. Foto: Instagram

João conta que essa sessão (ou session, como é mais conhecida no cenário musical) sempre foi um sonho muito grande que teve desde sempre. “Eu sempre quis fazer um projeto de registro audiovisual da música do Acre. Eu sou apaixonado pela música acreana, pela nossa música autoral. Ela é muito peculiar e temos muita gente talentosa, então eu sempre quis fazer um projeto com essa cara”, conta.

Essa session foi inspirada em outro projeto de nome similar: a Roots Sessions, idealizada e produzida por João e um amigo que atua no cenário audiovisual. Ela contou com 2 temporadas e está disponível no YouTube, onde está descrita como um canal que divulga performances de vários artistas da nova cena musical, além de clipes e discos registrados no estúdio Cambuci Roots, no qual João é o administrador.

João nos bastidores de Sessão Aquiry. Foto: Cedida.

As sessões foram gravadas no próprio estúdio, e acabou tendo uma boa repercussão. “Eu sempre quis fazer um desses no Acre. No ‘Roots’, todos os vídeos têm essa proposta de plano-sequência, sem corte, que é pegar a câmera e, num take só, filmar a performance do artista. Eu mantive essa ideia para o Sessão Aquiry”, revela João.

A Lei Aldir Blanc veio em uma hora auspiciosa para que o músico realizasse o projeto, que já havia concorrido a outros editais. “Eu sempre achei legal ter esse registro da música do Acre condensado em um canal só. Cada artista tem seus vídeos, mas é muita coisa espalhada pela internet, sabe? ”, conta o músico. “Às vezes o vídeo não tá legal, ou o áudio não tá legal. A ideia então era fazer esse registro garantindo a qualidade nesses dois aspectos do produto. E aí, quando eu vi os editais da Aldir Blanc, pensei ‘ah, eu vou mandar’ e deu certo! ”

O projeto Sessão Aquiry vai unir um total de 12 artistas do cenário musical acreano, incluindo nomes como: Diogo Soares, Pia Villa, Maria Clara, Maya Dourado, Duda Modesto e Brunno Damasceno. Todos os registros foram feitos em setembro de 2021, nas casas dos artistas ou em locais combinados previamente.

Pia Villa foi um dos músicos convidados para participar da Sessão Aquiry. Foto: Cedida.

João planeja iniciar o lançamento dos vídeos em novembro, no canal do YouTube e no perfil do Instagram do projeto. Serão em média 3 vídeos por semana, então é recomendado que os interessados fiquem de olho nas redes sociais da Sessão Aquiry. “Tem tudo pra ser um produto legal de acervo, de registro audiovisual da música da nossa terrinha! ”, afirma João.