Sesp encerra Operação Enafron IV em Acrelândia

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) encerrou na última sexta-feira, 28, em Acrelândia a 4ª edição da Operação Estratégia Nacional de Fronteiras (Enafron IV). A atividade foi realizada em conjunto com as polícias Militar, Civil, Força Nacional e outras instituições de segurança. O objetivo é reduzir os índices de criminalidade e proporcionar maior sensação de segurança aos moradores das áreas de fronteira.

A operação mobilizou representantes de várias instituições de segurança (Foto: Wilson Araújo/Sesp)
Operação mobilizou representantes de várias instituições de segurança (Foto: Wilson Araújo/Sesp)

Durante a operação foram realizados blitze, revistas pessoais e fiscalização em bares e diversos mandados de busca e apreensão foram cumpridos. Durante as abordagens, um casal foi flagrado com substância entorpecente, armas de fogo, armas brancas, munição, celulares e certa quantia em dinheiro. Os dois envolvidos foram conduzidos à delegacia de Acrelândia e indiciados.

Polícias Militar, Civil, e Força Nacional participaram da operação (Foto: Wilson Araújo/Sesp)
Polícias Militar e Civil, e Força Nacional participaram da operação (Foto: Wilson Araújo/Sesp)

O prefeito de Acrelândia, Jonas Vale, agradeceu o empenho dos órgãos de segurança e ressaltou que esse tipo de ação do poder público é fundamental para garantir a tranquilidade no município e conta com total apoio da população. “A situação no nosso município está sob controle, mas ações de governo dessa natureza são sempre bem-vindas. A população de Acrelândia parabeniza as polícias e todas as instituições envolvidas nessa operação”, disse.

A Enafron IV foi planejada pela equipe de delegados da Secretaria de Polícia Civil após as discussões durante os Fóruns Comunitários de Segurança, e contou com o apoio logístico da Secretaria de Segurança. Reni Grebner, titular da Sesp, disse que esse é um trabalho integrado e que terá continuidade durante todo o ano. “Foi uma ação executada em parceria com várias instituições. O nosso objetivo é resolver as demandas policiais reprimidas. Em Acrelândia, mais de 30 inquéritos policiais foram finalizados”, lembrou.