Pelo Fim da Violência

SEPMulheres leva ações de conscientização à Ciência Itinerante Purus

No espaço, os visitantes podem expressar suas ideias por meio de pinturas (Foto: Eduardo Gomes/SEE)

A Secretaria de Estado de Políticas para as Mulheres (SEPMulheres) também integra as atividades da segunda edição da Mostra Viver Ciência Itinerante em Sena Madureira. Dicas e orientações estão sendo oferecidas a quem visita o espaço.

Os estudantes estão sendo convidados a expressar seus pensamentos por meio de pinturas. Um grande varal com mensagens de conscientização expõe as obras no pátio da Escola Dom Júlio Mattioli.

Joquebede Gonzaga, assistente social, explica que a iniciativa dos alunos é fundamental no combate à violência doméstica e à exploração sexual.

“São frases e pinturas que tentam passar uma ideia de conscientização para esse problema que uma parcela da sociedade ainda enfrenta. Nós precisamos despertar os jovens para essa causa, pois eles serão os adultos que formarão a sociedade do futuro”, lembrou.

Produção dos visitantes foi exposta em um grande varal (Foto: Eduardo Gomes/SEE)

Vários estudantes contribuíram com a atividade da SEPMulheres, entre eles Nicole Fernandes, aluna da Dom Júlio Mattioli. A adolescente diz que é contra qualquer tipo de violência e que viu no espaço a oportunidade para deixar isso bem claro.

“Eu desenhei uma mulher com muitos hematomas, pois a violência contra pessoas do sexo feminino é um grave problema. A cada uma hora e meia uma mulher é morta no país, e isso precisa mudar”, disse.

A assistente social Joquebede Gonzaga lembra que as pessoas vítimas de violência doméstica devem denunciar as agressões e procurar ajuda do poder público. “É preciso denunciar. Procurar a SEPMulheres, as autoridades e receber o auxílio necessário para enfrentar o problema. Nossas equipes multiprofissionais estão prontas para ajudar.”