Segurança registra redução nos indicadores de violência no Carnaval

De acordo com a Sesp, o Carnaval 2015 foi o mais tranquilo dos últimos anos (Foto: Alexandro de Lima)
De acordo com  a Segurança Pública, este Carnaval foi o mais tranquilo dos últimos anos (Foto: Alexandro de Lima)

O Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp) apresentou na manhã desta quinta-feira, 19, em coletiva de imprensa, o resultado da operação realizada pelas forças de segurança (polícias Civil e Militar, Detran e Bombeiros) durante o Carnaval 2015.

As cinco noites de Carnaval registraram poucas ocorrências, de acordo com o planejamento integrado de todo o Sisp, que atuou de maneira preventiva e proativa. Comparando 2015 com 2014, houve uma redução de 16,5% nos casos de violência. No ano passado foram registradas 654 ocorrências, e este ano apenas 550 casos de violência em geral.

“Na capital tivemos 18 ocorrências leves, entre ameaças simples e porte de arma branca, e em todo o interior do estado tivemos 75 apreensões de pessoas, também por ocorrências leves”, explicou o comandante Júlio Cesar, da Polícia Militar.

De acordo com o secretário de Segurança Pública, Emylson Farias, o número de ocorrências registradas durante o Carnaval foi extremamente reduzido, pois ofertar segurança em uma festa desse porte de maneira descentralizada é um grande desafio.

“Foi feita a mobilização dos órgãos integrantes, para que organizássemos todo o esquema, que por sinal foi um sucesso. Esse é um modelo para o qual queremos dar continuidade nos próximos carnavais, por meio de parcerias públicas e privadas que apoiaram o carnaval 2015”, destacou.

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) atuou de maneira ostensiva, com a realização de blitzes em vários bairros de Rio Branco. Nesse período, foram fiscalizados 1.082 veículos, sendo que 2,8% estavam com a documentação irregular, 3,7% veículos foram removidos, 88,7% dos condutores fizeram o teste do bafômetro e 25% dos condutores, autuados pelo Álcool Zero.

Já o Corpo de Bombeiros registrou 66 ocorrências não decorrentes do Carnaval, e sim de algumas eventualidades devido às elevações das águas dos rios.

arte 02