educação

Sefaz fala sobre educação e cidadania fiscais para integrantes do Programa Jovem Parlamentar Acreano

A Secretaria da Fazenda do Acre (Sefaz), por meio da Escola Fazendária (Efaz), realizou nessa segunda-feira, 4, uma apresentação sobre educação e cidadania fiscais para representantes do Programa Jovem Parlamentar Acreano, em Rio Branco.

A apresentação fez parte da programação da 3ª edição do evento, lançado dia 20 de novembro, e é uma realização da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEE), em parceria com a Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

O programa, que teve participação da Sefaz, é fruto de uma parceria entre SEE, Aleac e TRE. Foto: cedida

Na ocasião, a gestora da Efaz e auditora da Receita Estadual Rozani Esteves falou sobre o Programa de Educação Fiscal e a construção de uma consciência voltada ao exercício da cidadania, pautada na transparência, ética, integridade, solidariedade e conhecimento, especialmente no processo democrático e na formação e desenvolvimento da consciência política.

“Esses jovens vão propor, na Assembleia Legislativa, leis voltadas aos objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU [Organização das Nações Unidas]. Então, expliquei a eles que toda política pública precisa da parte orçamentária. Falamos também sobre arrecadação e a função social dos tributos, bem como a gestão de recursos públicos, quer sejam humanos, financeiros ou tecnológicos”, disse Rozani.

Representantes do programa Jovem Parlamentar Acreano da capital e interior assistiram à palestra. Foto: cedida

Ao todo, 24 alunos do ensino médio da esfera pública estadual foram escolhidos para representar o parlamento acreano em suas respectivas escolas: Heloísa Mourão Marques, Humberto Soares da Costa, José Ribamar Batista, Santiago Dantas, Armando Nogueira, Instituto de Educação Lourenço Filho, José Rodrigues Leite, Glória Perez, Cerb e Colégio Acreano.

Do interior, participam a São João Batista (Bujari), José Plácido de Castro (Porto Acre), Belo Porvir (Epitaciolândia), Iris Célia Zannini (Assis Brasil), Djalma Cunha Bastista (Tarauacá), Dom Júlio Mattioli (Sena Madureira) e D. Pedro II (Cruzeiro do Sul).