Seds atua no auxílio de famílias atingidas pela cheia

Famílias afetadas por enchente recebem assistência pela Seds (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
Famílias afetadas por enchente recebem assistência do governo (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

A Secretaria de Desenvolvimento e Segurança Social (Seds) realiza o levantamento do que é necessário nas cidades de Brasileia e Epitaciolândia para que possam auxiliar da melhor maneira no atendimento das famílias atingidas pela cheia que se deu nos municípios neste sábado, 21.

Neste primeiro momento, quatro assistentes sociais foram acionadas para atender nos oito abrigos instalados em Brasileia e Epitaciolândia.

Além disso, o secretário da pasta, Gabriel Gelpke, acompanha a governadora em exercício, Nazaré Araújo, a fim de coordenar e verificar de que outras formas a Seds pode atuar no local.

“A Seds atua com assistentes sociais auxiliando as famílias presentes nos abrigos. Caso seja necessário, mandaremos mais pessoas para completar a equipe. Além disso, estamos fazendo o levantamento com os prefeitos das cidades para o envio de equipamentos e cestas básicas”, explica Gelpke.

Ao todo, 61 famílias em Brasileia e 28 em Epitaciolândia foram retiradas pela Defesa Civil e estão abrigadas nas oito escolas das duas cidades, além das que saíram por conta própria. O nível do rio na última medição foi de 12,12 metros.