Secretaria da Fazenda dá início a projeto de Gestão Estratégica

A Secretaria da Fazenda (Sefaz) deu início ao mapeamento e alinhamento de toda a sua estrutura, processos e atividades que estão em andamento, bem como de projetos futuros, estabelecendo metas em conformidade com o Plano de Governo e com a Agenda Acre 10 anos. Isso porque promoveu nesta sexta-feira, 12, a abertura oficial do projeto de Gestão Estratégica da instituição para o quinquênio (2023-2028).

A ideia foi de sensibilizar e conscientizar os servidores e colaboradores sobre o papel do planejamento nas ações diárias, sob a perspectiva do contexto em que se está inserido na sociedade e na gestão e, assim, potencializar a abrangência e qualidade do atendimento das demandas e dos serviços ofertados, otimizando assim os recursos públicos.

A ideia foi de sensibilizar e conscientizar os servidores e colaboradores sobre o papel do planejamento nas ações diárias e otimizar os recursos públicos. Foto: Ascom/Sefaz

Dessa forma, pretende-se construir uma Sefaz que contribua cada vez mais em sua missão institucional enquanto gestora dos recursos do Estado.

“É do trabalho da Sefaz que alimentamos todo o estado. Ao planejar estrategicamente, precisamos pensar a construção concreta de uma gestão compartilhada, onde cada um de nós é peça fundamental. Não é uma ação isolada da Sefaz, é uma ação de governo. Hoje, demos apenas o primeiro passo de uma grande caminhada para fortalecer nosso estado”, disse o secretário da Fazenda, Amarísio Freitas.

Amarísio Freitas falou sobre a importância de se planejar estrategicamente. Foto:Ascom/Sefaz

Um levantamento está sendo realizado para relacionar os objetivos estratégicos que serão traçados, de forma que a Sefaz possa contribuir como a gestora dos recursos do Estado para essa visão.

Legado

O evento reuniu toda a composição organizacional da Sefaz: gestão, diretores, chefes de setores e colaboradores, em uma palestra com o Instituto Publix, empresa especializada em conhecimentos inovadores em gestão, com sede em Brasília (DF). A agenda contou com a presença do secretário de Planejamento, coronel Ricardo Brandão, e secretário de Administração em exercício, Guilherme Duarte.

O evento reuniu toda a composição organizacional da Sefaz e autoridades de Estado com empresa especializada em gestão estratégica. Foto: Ascom/Sefaz

“O governo do Estado tem buscado enxergar o planejamento estratégico em cada umas de nossas quinze secretarias e demais instituições. Com o esforço de cada um, vocês deixarão um legado para a sociedade acreana, regado de sucesso e responsabilidade”, disse Brandão.

Desafios

O projeto de gestão da Sefaz leva em consideração as tendências e contextos do setor público em um cenário global, visando uma transformação efetiva na administração pública e mudanças em modelos de gestão com reflexos na sociedade. Os grandes desafios impostos pela transformação digital e novas possibilidades e potencialidades também estão inseridos no projeto, assim como a identificação de pontos positivos e gargalos na gestão.

O projeto leva em consideração tendências e contextos do setor público em um cenário global. Foto: Ascom/Sefaz

“O planejamento é algo que começa agora, mas é um exercício contínuo que deve ser feito para que a Sefaz esteja pronta para atender fielmente às demandas da sociedade e também para as mudanças que estão ocorrendo em diferentes âmbitos, tecnológicos, econômico e social”, disse o consultor do Publix que ministrou a palestra, João Paulo Melo.

Cultura organizacional

Revisões e etapas de diagnóstico, reuniões de alinhamento e nivelamento conceitual e metodológico, construção de metodologias e do mapa estratégicos são algumas das fases do processo.

O projeto foi lançado agora, mas já vem sendo construído por servidores da Sefaz há alguns anos e já é considerado um divisor de águas na cultura organizacional da instituição, focada na qualificação das atividades fazendárias, como explica a gestora da Escola Fazendária (Efaz) e uma das idealizadoras do projeto, auditora da Receita, Rozani Esteves.

O projeto foi lançado agora, mas já vem sendo construído por servidores da Sefaz há alguns anos. Foto:Ascom/Sefaz

“Quando conseguirmos visualizar de forma holística, sistêmica, clara e precisa todas as atividades realizadas pela instituição, poderemos estabelecer estratégias para alcançar nossos objetivos, todos remando para a mesma direção. É um trabalho de cocriação de um modelo de planejamento das ações estratégicas, táticas e operacionais, pois é um trabalho feito por muitas mãos”, disse Esteves.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest