Formação

Secom promove qualificação para equipe com jornalista Fábio Gusmão

Assessores que integram a Notícias do Acre e convidados participaram neste sábado, 9, de uma oficina ministrada pelo jornalista Fábio Gusmão, do Rio de Janeiro.

Qualificação foi realizada neste sábado, na Usina de Arte João Donato (Foto: Diego Gurgel/Secom)

O jornalista atua na área há pelo menos 20 anos, foi vencedor do prêmio Esso de Jornalismo em 2005. Gusmão possui vasta experiência em jornalismo impresso, web e comunicação em redes sociais, além de ser especialista em estratégias de comunicação e media training.

Gusmão lembra que quem atua na comunicação precisa, antes de mais nada, analisar seu campo de trabalho. “Eu preciso saber pra quem estou escrevendo, que tipo de conteúdo quero no ar, qual a relevância dele e que linha devo seguir. O material finalizado precisa atrair o leitor”, disse.

A jornalista Maria Meirelles, responsável pela comunicação das instituições da área de produção sustentável do Estado, falou com entusiasmo sobre o dia de aprendizado.

“Essa é a segunda vez que participo de uma oficina ministrada por Fábio Gusmão. Na outra oportunidade que tive fiz várias anotações e tentei colocar em prática muita coisa que ele passou. Espero que consiga levar algo mais do dia de hoje”, disse Meirelles.

Jornalistas que atuam na comunicação do Estado e convidados participaram da formação (Foto: Diego Gurgel/Secom)

Qualificação

A formação está sendo ofertada aos profissionais pelo governo do Acre e instituições convidadas, por meio da Secretaria de Estado de Comunicação (Secom). No fim de semana passado os fotógrafos também foram qualificados durante uma oficina com André Dib.

Segundo a gestora da pasta, essa é mais uma oportunidade para que os colaboradores e colegas se renovem.

“Nem sempre o jornalista, pela rotina corrida, consegue arranjar tempo para se capacitar, estudar. O governo entende que seus colaboradores precisam se reciclar, colocar coisas novas em prática, se adaptar às novas ferramentas da profissão. Sempre que possível investimos nesse tipo de formação, em algo que tenha conteúdo simples e relevante”, lembrou Andréa Zílio.