O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Saúde do Acre, ministrou às equipes das unidades estaduais de Rio Branco, sendo elas o Pronto-Socorro de Rio Branco, Fundação Hospital Estadual do Acre, Hospital da Criança e Maternidade Bárbara Heliodora, e Hospital Santa Juliana que tem contrato com o Estado, uma oficina sobre faturamento de Autorização de Internação Hospitalar, para garantir a organização e fidelidade dos dados aos órgãos de controle.

A qualificação do preenchimento das AIHs e do faturamento no SIH tem grande relevância para o planejamento da Assistência à Saúde, pois retratam a realidade de um estado. Foto: Taís Nascimento

A Autorização de Internação Hospitalar, também conhecida como AIH, é um documento que serve para a identificação de um paciente e dos serviços prestados, fornecendo as informações para o Sistema de Informação Hospitalar.

“A importância dessa oficina é qualificar as informações das internações ocorridas no estado, tanto para fins epidemiológicos como para reduzir o número de AIHs rejeitadas. A reunião é apenas para as unidades hospitalares de Rio Branco, mas estamos em fase de programação para realizar oficinas nas regionais de saúde”, explicou a diretora de Controle e Avaliação, Adriana Salomão.

O Sistema de Informação Hospitalar do Sistema Único de Saúde – SIH/SUS coleta mais de 50 variáveis relativas às Autorizações de Internação Hospitalar que são: procedimentos realizados, exames e atos médicos realizados, diagnóstico, motivo da alta, valores devidos, entre outros.

A qualificação do preenchimento das AIHs e do faturamento no SIH tem grande relevância para o planejamento da Assistência à Saúde, pois retratam a realidade de um estado.