atendimento

Samu e Ciopaer fazem transporte aeromédico de recém-nascido de Brasileia para Rio Branco

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) realizaram nesta quinta-feira, 3, mais uma operação aeromédica bem-sucedida no estado. O paciente era um recém-nascido no Hospital Regional de Brasileia que precisava ser transferido com urgência para a maternidade de Rio Branco.

“A criança tinha apenas duas horas de vida. Nasceu com má formação na parede abdominal, com vísceras expostas, e precisava de um atendimento mais especializado. Fizemos a transferência aeromédica, método mais eficaz que temos de deslocamento de urgência entre municípios, para que pudesse passar por cirurgia na maternidade”, explicou Guilherme Nakamura, médico Plantonista do Samu.

A transferência foi feita por volta das 14h desta quinta-feira, 3, em Brasileia. Foto: cedida

A parceria entre Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) e Centro Integrado em Operações Aéreas (Ciopaer) foi retomada em 2019. Uma vez que o tempo pode ser crucial para salvar uma vida, o diferencial desse tipo de transporte é a agilidade.

“Temos um estado com muitas áreas de difícil acesso, áreas distantes e de zona rural, que ambulâncias não alcançam, sendo essencial a parceria com o Ciopaer. Neste caso em específico, o tempo de voo foi de 45 minutos e tudo saiu conforme planejado”, relatou Roger Santos, copiloto do Ciopaer.