Rio Liberdade transborda e desabriga mais de 200 famílias

Mais de 200 famílias ficaram desabrigadas nas proximidades do Rio Liberdade (Foto: Defesa Civil)
Mais de 200 famílias ficaram desabrigadas nas proximidades do Rio Liberdade (Foto: Defesa Civil)

Mais de 200 famílias ficaram desabrigadas nas proximidades do Rio Liberdade (Foto: Defesa Civil)

Mais de 200 famílias ficaram desabrigadas nas proximidades do Rio Liberdade, localizado há 80 quilômetros do município de Cruzeiro do Sul. O nível do rio subiu 8 metros em apenas um dia, arrastando casas, plantações e animais da região, devido a grande quantidade de chuvas registradas no local. O comandante da Defesa Civil do Estado, Carlos Gundim, explica que, a pedido do governador Tião Viana, serão enviados reforços para prestar auxílio às vítimas da alagação.

A questão de abrigo para os moradores está  sendo trabalhada para que possa ser realizada transferência para áreas não afetadas de Cruzeiro do Sul. Em Rio Branco, o Parque de Exposições já abriga 382 famílias com o apoio das equipes da prefeitura e do governo do Estado, onde não há pedido de remoção de famílias desde a última quinta-feira, 28.

Na reunião coordenada pelo governador Tião Viana e pelo prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, na última sexta-feira, 29, foi decidido que as equipes seguirão em alerta, auxiliando na distribuição de água potável para os moradores que estão em locais mais afetados, como Taquari, Baixada do Habitasa e Ayrton Sena.