Recurso extra beneficia mais de 700 produtores familiares do Acre

Produção adquirida pelo PAA que está sendo doada para hospitais e unidades de saúde (Foto: Leônidas Badaró/Secom)
Produção adquirida pelo PAA que está sendo doada para hospitais e unidades de saúde (Foto: Leônidas Badaró/Secom)

O Natal chegou mais cedo para 720 produtores familiares que fornecem para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).

Por meio de um recurso extra liberado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) no valor de R$ 360 mil, cada produtor voltou a fornecer ao programa neste fim de ano e vai ser bonificado com R$ 500.

É o caso do produtor Manoel Francisco Araújo, morador do Ramal do Ferreira, de Porto Acre. Ele esteve na manhã desta terça-feira, 8, na Seaprof fazendo a entrega de abóbora, feijão e banana.

Araújo comemorou o presente inesperado. “Essa foi uma notícia muito boa. Até porque o PAA paga melhor pelos nosso produtos. Na mão do atravessador, a gente perde metade do valor da produção”, afirma o agricultor.

O Acre cumpriu a meta de execução do programa em 2015 e gastou na produção familiar R$ 6,8 milhões. Carlos da Silva, coordenador estadual do PAA, destaca que a liberação dos recursos foi uma solicitação pelo governo do Estado.

“Como o Acre cumpriu todo o programa, foi solicitado esse recurso extra que premia o nosso trabalho e principalmente garante uma renda extra aos produtores.”

Como as escolas já estão em fase de encerramento do ano letivo, a doação de alimentos tem se concentrado principalmente em hospitais e unidades de saúde, que possuem uma grande demanda. Exemplo é o Pronto Socorro de Rio Branco, que chega a fornecer duas mil refeições diariamente.