Projeto visa despertar na sociedade o interesse e responsabilidade em cuidar da Amazônia  

O encerramento do projeto Tom da Amazônia aconteceu no último fim de semana na Avenida Coronel Mâncio Lima, em Cruzeiro do Sul. A iniciativa foi desenvolvida pelos alunos que participam do Programa de Ensino Especial do Ensino Médio -(Peem), que visa corrigir o problema da distorção idade-série. Nas três escolas de ensino médio do município, mais de 600 alunos estão inseridos no programa.

O projeto expôs as habilidades artísticas dos alunos através de pinturas em quadros, elaboração de cartazes e a confecção de produtos a partir de materiais recicláveis. O objetivo principal foi despertar na sociedade o interesse e responsabilidade em cuidar da Amazônia e saber usufruir do que a floresta oferece de maneira responsável.

O aluno Paulo de Souza Silva, 18, da escola Craveiro Costa comenta que a conscientização é primordial para a permanência das riquezas da Amazônia para as futuras gerações. Naira Ferreira, 22, da escola dom Henrique Ruth afirmou que os três meses de realização do projeto foi um período de muito aprendizado.

Maria de Fátima Diniz, coordenadora do programa Pee em Cruzeiro do Sul, relatou que o acontecimento na Avenida Mâncio Lima buscou impactar a sociedade sobre os cuidados que precisam ser mantidos para a natureza. A representante da coordenação do Peem em Rio Branco, Edneide Jovino, também participou do encerramento do projeto.

Vera Bambirra, coordenadora de ensino da representação regional da Secretaria Estadual de Educação comentou que o Peem é um programa que dá certo no município pela forma criativa com que é trabalhado.