Programa Asas da Florestania abre edital para 386 vagas

Professores devem se inscrever até o dia 14 para participar de processo seletivo simplificado

 

O Governo do Estado divulgou nesta quinta-feira, 12, no Diário Oficial, o edital para contratação temporária de professores que atuarão no programa Asas da Florestania – que trabalha a escolaridade de quinta a oitava série do ensino fundamental e médio em áreas rurais de difícil acesso no Acre. A contratação será por meio de processo seletivo simplificado, com análise de currículo e entrevista.

Ao todo são 386 vagas, sendo 217 para os anos fins do ensino fundamental (quinta a oitava série) e 169 para o ensino médio, em vários municípios do Estado. Os professores devem ter formação nas áreas de Biologia, Física, Química, Geografia, História, Matemática, Artes, Pedagogia, Letras Português, Ciências Sociais e Filosofia.

A carga horária semanal dos professores será de 25 horas de atividades. O valor da remuneração terá como referência o salário base do professor nível superior na classe inicial, levando em consideração a proporcionalidade da jornada de trabalho.

As inscrições podem ser feitas a partir de desta quinta-feira, 12, até as 17h30 do dia 14 de fevereiro e os interessados devem entregar cópia do currículo comprovado, observando todas as exigências do edital. Quem passar na primeira etapa do processo será entrevistado pela comissão coordenadora do processo no dia 27 deste mês. O resultado final deverá ser divulgado no dia 2 de março.

Sobre o Asas da Florestania

O Asas da Florestania é um Programa voltado ao público de quinta a oitava série do ensino fundamental e ensino médio para alunos que moram em áreas isoladas do Estado, onde não há um número de estudantes suficientes para fazer o atendimento de maneira convencional, com séries separadas por salas.

O programa, realizado pelo Governo do Estado através da Secretaria de Estado de Educação, é organizado em módulos e o aluno leva três anos para concluir da quinta à oitava série. A metodologia é diferenciada e dinâmica para que um único professor licenciado em qualquer área do conhecimento passe por uma formação especifica. Cada sala tem em média 13 alunos.

O Asas de Ensino Médio trabalha com três grandes áreas propostas pelo Currículo Nacional do Ensino Médio: ciências humanas, da natureza e linguagens e códigos. "O Asas foi uma alternativa que o Governo encontrou para atender os alunos que concluíam a quarta série e repetiam o ano várias vezes por não terem acesso à quinta série, já que moram em locais de difícil acesso", disse a professora Francisca das Chagas Souza da Silva, a Chiquinha, coordenadora de Ensino Rural da Secretaria de Estado de Educação.

Clique aqui para acesso ao Edital 25/2009/SGA/SEE