Qualidade de ensino

Professores da rede pública recebem formação para iniciar ano letivo 2018

Professores recebem formação para dar sequência ao ano letivo 2018 (Foto: Mágila Campos)

Nada que uma boa conversa não resolva. É com este intuito que a rede pública de ensino do Acre elabora, todo início de ano, a formação pedagógica de professores, que debate o comportamento dos alunos em sala de aula, troca experiências profissionais e adota medidas que mantenham a qualidade na educação escolar.

Só em Rio Branco, serão mais de 730 professores favorecidos com essa formação, realizada simultaneamente em todos os 22 municípios do estado e se estenderá, na próxima semana, aos docentes da zona rural do Acre. Esta semana, a reunião que atende professores do ensino fundamental e médio será na escola Armando Nogueira.

A ideia é habilitar os professores da rede estadual a contornar possíveis empecilhos no cotidiano da escola. “Essas formações são de grande importância, tendo em vista as mudanças que acontecem no comportamento dos nossos estudantes. Isso serve para que estejamos aptos a passar conhecimento a eles. Além da troca de experiência, a gente conversa também muito sobre nossa relação com os alunos, a questão de como estão se comportando, sua participação. Então temos essa preocupação de como vamos atender essas demandas”, diz a professora Valmilene Ruela, que trabalha na área há 35 anos e hoje integra a equipe pedagógica da escola técnica em saúde  Maria Moreira da Rocha.

Mais de 730 professores serão capacitados somente em Rio Branco (Foto: Mágila Campos)

Segundo o coordenador pedagógico Gilberto Camelo, que organiza as formações de professores públicos neste início de ano, o objetivo é subsidiar os profissionais de educação quanto ao planejamento das ações a serem realizadas durante o ano. “A ideia principal é dar suporte ao professor, embasá-lo quanto à abordagem didática, facilitando a aprendizagem dos alunos com qualidade”, ressalta.

As formações abrangem todas as áreas – língua portuguesa, matemática, ciências da natureza e ciências humanas -, em quatro dias de formação garantidos pelo governo do Estado junto à Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE).

Para o secretário da pasta, Marco Brandão, é a oportunidade de os professores buscarem auxílio e encontrarem soluções práticas a serem aplicadas no cotidiano escolar, onde são discutidos assuntos importantes para a melhoria do ensino básico.