Promovendo a continuidade nas ações de apoio ao agronegócio, o governo do Acre, por meio das secretarias de Indústria Ciência e Tecnologia (Seict) e de Produção e Agronegócio (Sepa), em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), entregou nesta quinta-feira, 26, equipamentos para a Comunidade Walter Alcer, no Bujari, a 24km de Rio Branco.

A entrega vai beneficiar moradores de várias comunidades do Bujari. Foto: Fhaidy Acosta

“Estamos trabalhando para poder atender as cooperativas e cada vez mais fomentar a produção familiar”, salientou o diretor de Indústria e Comércio da Seict, Erisson Calixto, que representou o secretário Assurbanipal Mesquita.

O montante, no valor de R$ 500 mil, foi destinado para a aquisição de um trator agrícola de pneu, uma grade aradora, uma carreta agrícola, 20 bancas metálicas para feiras e também materiais de construção para a sede da Associação Três Fronteiras, de moradores da região.

“No começo da associação não tínhamos nada, tudo isso que a gente está recebendo é um sonho que projetamos e, graças a Deus e aos parceiros certos, que estão nos apoiando, conseguimos essas aquisições”, ressalta o presidente da Associação Três Fronteiras, Francisco de Oliveira.

O recurso é oriundo do Proser, e a ação faz parte de um projeto integrado entre as instituições, em parceria com a associação.

Em nome do secretário de Produção e Agronegócio Edivan Azevedo, o chefe de Departamento de Agronegócio, Cláudio Malveira, explicou que foram feitas aquisições de três microtratores para a comunidade por meio do convênio Calha Norte: “A ação vai disponibilizar a associação e beneficiar a comunidade como um todo, principalmente na área de horticultura, através da utilização de equipamentos mais modernos”.

“Este é um projeto de parceria com o governo do Acre, em que estamos entregando tratores e implementos agrícolas para o nosso produtor rural. Além de facilitar o trabalho dele, traz economia e renda para o município do Bujari”, ressalta o superintendente do Incra no Acre, Sérgio Bayum.