Prefeitura e governo lançam obras do Centro de Iniciação Esportiva

Governo federal, estadual e prefeitura de Rio Branco se unem pelo espaço esportivo para esportes olímpicos (Foto: Sérgio Vale/Secom)
Governo federal, estadual e prefeitura de Rio Branco se unem pelo espaço esportivo para esportes olímpicos (Foto: Sérgio Vale/Secom)

O ministro do Esporte, George Hilton, o governador Tião Viana, e o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, lançaram na manhã deste sábado, 4, no bairro Aeroporto Velho, as obras do Centro de Iniciação Esportiva (CIE), que irá atender toda a Baixada do Sol. O espaço funcionará como um mini Centro Olímpico, capaz de abranger até 20 atividades olímpicas e paraolímpicas. A Baixada é uma das regiões mais populosas de Rio Branco, com 17 bairros e cerca de 70 mil pessoas.

O investimento no CIE da Baixada é de R$ 5.338.791,93, sendo R$4.462.903,45 em convênio com o Ministério do Esporte. A área construída é de 21.255,39 metros quadrados com várias estruturas, como ginásio coberto poliesportivo, área de jogos, pista de atletismo, banheiros/vestiários, área de academia e tantas outras práticas.

“Hoje a Baixada tem Ifac, Minha Casa Minha Vida, o terminal de integração, uma UPA, e agora partimos para o Centro Olímpico”, disse o governador (Foto: Sérgio Vale/Secom)
“Hoje a Baixada tem Ifac, Minha Casa Minha Vida, o terminal de integração, uma UPA, e agora partimos para o Centro Olímpico”, disse o governador (Foto: Sérgio Vale/Secom)

Segundo o ministro George Hilton, 49,5% da população brasileira não pratica atividades físicas e com iniciativas como o CIE, esse dado tende a mudar. “Estou extremamente emocionado e impressionado com o carinho e o acolhimento do acreano. O Brasil tem muito a aprender com o povo do Acre. E temos que lembrar que as Olimpíadas que se aproximam não são do Rio de Janeiro, mas dos brasileiros, e a presidente Dilma foi bem clara que esses centros devem existir em todo o Brasil porque esse é um legado para o país”, disse, ao também enaltecer o trabalho do deputado federal Alan Rick por se esforçar em colocar as atenções do Ministério no Acre.

A prefeitura de Rio Branco será a responsável pelas obras e a administração do espaço. O prefeito Marcus Alexandre ressaltou que, “Depois que a gente compartilhou alguns dos momentos mais tristes de nossa história com a alagação deste ano, agora renovamos a fé a esperança. E levamos o espírito olímpico para o Acre”, ressaltou. Além do CIE, mais 10 espaços esportivos estão sendo construídos em Rio Branco.

Com o apoio do governo do Estado no projeto, Tião Viana fez questão de afirmar que: “O ministro entregou o coração dele, com a presidente Dilma, e o resultado é essa oportunidade para o prefeito Marcus Alexandre continuar nesse trabalho grande e importante por Rio Branco. O que eu trago é a convicção de estar num lugar que tem respeito pelas pessoas. Hoje a Baixada tem Ifac [Instituto Federal do Acre], Minha Casa, Minha Vida, o terminal de integração, uma UPA [Unidade de Pronto Atendimento], e agora partimos para o Centro Olímpico”.

espaço funcionará como um mini Centro Olímpico, capaz de abranger até 20 atividades olímpicas e paraolímpicas
espaço funcionará como um mini Centro Olímpico, capaz de abranger até 20 atividades olímpicas e paraolímpicas

O que disseram

“O Aeroporto Velho vai completar 51 anos e a presença de todo o governo aqui nos deixa muito felizes e honrados porque vocês estão olhando para a comunidade”
José Edenilson (Negão da Baixada) – presidente do bairro Aeroporto Velho

“Já no meu primeiro mandato, em pouco mais de seis meses, consegui sensibilizar o ministro para vir aqui no Acre e trazer um projeto como esse para nossa população. O Acre tem sido exemplo em muitas ações e nós vamos fazer muito mais pelo Estado, pelos municípios, pela Baixada”
Alan Rick – deputado federal

“Nós estamos trabalhando aqui para que a região mais populosa da capital tenha acesso ao esporte, que gera saúde e qualidade de vida”
Léo de Britto – deputado federal

“De repente algum grande potencial dos esportes não se projetou nacionalmente pela falta de um centro esportivo que vai passar a atender a comunidade como esse aqui hoje”
Ney Amorim – deputado estadual

“Aqui será um grande centro de inclusão social para todos os jovens e adultos da Baixada “
Doutora Juliana – deputada estadual

“Quero agradecer do fundo do coração. A Baixada é uma área imensa e graças aos esforços do governo, estamos sendo contemplados com uma UPA e agora um centro esportivo”
Raimundinho da Saúde – deputado estadual