policiamento ostensivo

Polícia Militar realiza operação Papoco Seguro em Rio Branco

Com a atuação de 50 profissionais em toda a área do bairro Dom Giocondo, conhecido popularmente como “Papoco” em Rio Branco, a Polícia Militar do Acre (PMAC) deflagrou na manhã desta terça-feira, 28, a operação Papoco Seguro.

A ação terá caráter contínuo e permanente na região, com duas guarnições presentes de forma ostensiva, para oferecer maior segurança à comunidade local.

A operação contou com emprego de 50 policiais militares. Foto: Silva Barbosa

Em um terreno de difícil acesso, sendo possível realizar o policiamento apenas a pé, as equipes ocuparam os becos e barrancos que ocupam a maior parte da região. Em meio a uma conjuntura social extremamente complexa, com o trânsito constante de cidadãos em situação de rua e usuários de drogas, os militares fizeram diversas abordagens durante os deslocamentos.

Em meio ao terreno de difícil acesso, os policiais realizaram patrulhamento a pé. Foto: Silva Barbosa.

O tenente-coronel Agleison Alexandrino, comandante do 1º Batalhão de Polícia Militar (1º BPM), unidade responsável pelo policiamento ostensivo da área, destaca a importância da ação. “É uma área à qual resolvemos dar mais ênfase. Com essa operação, estaremos saturando e dando visibilidade à polícia no local e, a partir daí, manteremos um policiamento ordinário no Papoco”, explicou.

Patrulhamento foi realizado nos becos da região. Foto: Silva Barbosa

Além de profissionais do 1º BPM, também participaram da ação policial integrantes do Batalhão de Operações Especiais (Bope), por meio da Companhia de Policiamento com Cães (CPCães), do Grupo de Intervenção Rápida e Ostensiva (Giro), do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA) e do Centro de Operações Áereas (Ciopaer).

Resultados

As equipes conseguiram obter êxito na operação, com apreensão de armas brancas que estavam em posse de pessoas em situação de rua, substâncias entorpecentes, balança de precisão e um rolo de fios, ainda lacrado, possivelmente produto de furto ou roubo cometidos na região central de Rio Branco.

Os resultados foram positivos para ação policial. Foto: Silva Barbosa