Polícia Militar inicia turma de Guarda Mirim do Trânsito

Autoridades estiveram presentes na solenidade que conta com o apoio de instituições públicas e privadas (Fotos: Adler Belarmino/Assessoria PMAC)
Autoridades estiveram presentes à solenidade, que conta com o apoio de instituições públicas e privadas (Fotos: Adler Belarmino/Assessoria PMAC)

A Polícia Militar do Acre (PMAC), em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC), iniciou nesta quinta-feira, 7, o curso da Guarda Mirim do Trânsito.

A atividade será coordenada pelo Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran). Neste ano, o projeto contempla 206 alunos com idades entre 14 e 17 anos.

Em mais um ano, a Guarda Mirim do Trânsito conta com a parceria de diversas instituições e entidades estaduais para a realização das atividades.

O curso tem como objetivo levar aos alunos informações multidisciplinares e atividades que agregam valores para as mudanças reais e significativas na vida dos jovens na comunidade.

A aluna do terceiro ano Maria Fiesca, de 17 anos, decidiu se inscrever na atividade. “Quis superar meus próprios limites e provar a mim mesma que sou forte. E eu tenho vontade de ser uma militar. O que me chama mais a atenção são a força e a garra, ter cumplicidade e companheirismo”, explicou a jovem.

A atividade visa à valorização do respeito aos pais e autoridades, por meio da difusão de conceitos éticos e morais (Fotos: Adler Belarmino/Assessoria PMAC)
Atividade visa a valorização do respeito aos pais e autoridades, por meio da difusão de conceitos éticos e morais (Fotos: Adler Belarmino/Assessoria PMAC)

A Guarda Mirim também tem como foco a inclusão social, a elevação da autoestima dos adolescentes e a valorização do respeito aos pais e autoridades, por meio da difusão de conceitos éticos e morais.

Autoridades civis e militares estiveram presentes à solenidade. O secretário de Estado de Segurança Pública, Emylson Farias, por exemplo, falou sobre o valor do projeto.

“Iniciam-se neste momento uma atividade e um projeto bem conduzido pela Polícia Militar, que com o apoio dos parceiros oferece aos jovens conhecimentos e um caminho. Vivemos um combate contra a criminalidade, e a inserção dos jovens nesse contexto de aprendizagem é muito importante para a manutenção da paz e a prevenção ao crime”, finalizou Farias.

Relação entre pais e filhos

Com duração de seis meses, o curso oferece atividades teóricas e práticas, além de diversas noções que visam despertar nos jovens o espírito humanitário e solidário e a consciência cidadã para a construção social, além de envolvê-los em ações cívicas e culturais com base nos fundamentos dos direitos humanos.

“Venho me reportar aos pais dos jovens e gostaria de agradecer desde agora dizendo que é um investimento na vida de seus filhos. Queremos que estes jovens se afastem de qualquer oportunidade de se inserir no crime. É motivo de honra e orgulho para nós podermos orientá-los durante este período”, destacou o subcomandante-geral da PMAC, coronel Ulysses Araújo.