Pela primeira vez, alunos prestarão Enem em cidades de difícil acesso

Com a adesão do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) como acesso ao ensino superior no país em 2009, a preocupação dos estudantes em participar da prova aumentou nos últimos cinco anos, incluindo os jovens dos municípios de difícil acesso, como Jordão, Marechal Thaumaturgo e Santa Rosa do Purus.

Alunos de Santa Rosa, incluindo os jovens da Escola P. Baldassari, serão beneficiados ( Foto: Assessoria SEE)
Alunos de Santa Rosa, incluindo os jovens da Escola P. Baldassari, serão beneficiados (Foto: Assessoria SEE)

Ao contrário das edições anteriores, quando os alunos precisavam ir até municípios próximos se quisessem ter uma oportunidade de dar continuidade aos estudos, em 2014 todo o interior acreano integra a realização do Enem, eliminando a necessidade de deslocamento.

Em 2014, mais de 70 mil alunos em todo o estado vão participar do processo seletivo, que também pode garantir aos candidatos a opção de financiar os estudos em instituições particulares por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) ou garantir uma bolsa por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni).

Lígia Carvalho, coordenadora de Ensino Médio da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), afirma que foi uma conquista para os alunos dessas localidades. “Prezar pelo acesso dos alunos é fundamental para o sucesso deles. Sem a necessidade de viagem, as oportunidades de realizar uma boa prova são ainda maiores”, explicou.