ampliando

Pecuarista sente confiança no governo e aposta na produção de milho

Na manhã desta quinta-feira, 12, o produtor rural Pedro Teixeira abriu as portas de sua propriedade, na zona rural do município de Senador Guiomard, para mostrar os resultados de sua primeira colheita de milho, um sucesso que contou com o apoio do Governo do Estado numa relação de confiança para produzir e apoiar com assistência técnica.

Explicações técnicas sobre os cuidados em uma plantação de milho foram dadas na visita Foto: Diego Gurgel/Secom

Vindo de uma família tradicionalmente pecuarista que cria animais há 40 anos, é a primeira vez que Pedro aposta na agricultura, começando com uma pequena produção de 25 hectares de milho. Com a assistência técnica fornecida pela Secretaria de Produção e Agronegócio (Sepa), ele conseguiu preparar adequadamente o solo, o que agora irá lhe garantir 120 sacas do grão por hectare .

“Temos um negócio de família e fomos criados na pecuária. A gente se sente agora muito encorajado com a agricultura, porque a gente tá vendo uma melhora na parte de escoamento, armazenagem e o Funagro [Fundo Agropecuário Estadual], que possibilitou todo o nosso trabalho aqui, com toda a preparação para plantar”, conta o produtor.

Assistência e crescimento

Pedro Teixeira vem de uma família que há 40 anos trabalha com pecuária Foto: Diego Gurgel/Secom

O secretário de Produção e Agronegócio, Edivan Azevedo, destacou que para este ano, a produção de grãos no estado deve ser de 131 mil toneladas, um aumento de 31% em relação ao ano anterior, e que o milho é o principal responsável por essa produção.

Com as novas políticas voltadas ao desenvolvimento do agronegócio adotadas pelo governador Gladson Cameli – que quer permitir que o homem do campo trabalhe livremente, com apoio e sem dificuldades – a expectativa é que até o fim da gestão, a produção de grãos no Acre dispare para 250 mil toneladas de grãos.

“Esse é mais um passo importante para o agronegócio do estado, onde temos um pecuarista olhando para a agricultura como uma oportunidade de negócios e investindo com o apoio do Estado, uma determinação do governador Gladson Cameli que é dar oportunidade para quem quer produzir e fazer o agronegócio acontecer”, ressalta o secretário.

Com o apoio do governo do Estado foi possível preparar o solo e plantar 25 hectares de milho Foto: Diego Gurgel/Secom

O presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Tião Bocalom, aproveitou para lembrar que o setor produtivo do governo do Estado tem novos planos para ampliar o fortalecimento da produção.

“Estamos dando assistência técnica e garantia de armazenamento, mas temos a proposta do governador Gladson Cameli de dobrar essa capacidade, com um projeto de construir mais seis torres de silo, dobrando o que temos hoje. Isso que dá segurança pro produtor, sabendo que tem assistência para plantar e armazenar”, destaca.