energia

Parceria viabiliza energia renovável para cafeicultores de Cruzeiro do Sul

Com incentivos do Estado e da Prefeitura, pelo menos 20 produtores de café do Ramal 12, na zona rural de Cruzeiro do Sul, serão contemplados com o projeto de biodigestores e energias renováveis. A iniciativa surgiu por meio da parceria entre a Secretaria Municipal de Agricultura e a Secretaria Estadual de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict).

A proposta integra energias renováveis, com placas solares para iluminação das propriedades, com capacidade para sete lâmpadas de led, uma televisão, uma geladeira e um freezer, e inclui outra placa para acionamento da bomba de água para irrigação do café. O kit é composto ainda pelo sistema de irrigação completo (com fita gotejadora, cano, caixa de cinco mil litros e bomba elétrica) e por um biodigestor que produz gás para consumo na cozinha, propiciando também a produção de biofertilizantes para serem utilizados na lavoura.

Secretário Anderson Abreu, da Seict, e prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, firmam parceria para a produção de energia renovável em áreas rurais Foto: Cedida

Uma equipe técnica da Seict e da Secretaria de Agricultura local visitaram as áreas que serão contempladas, totalizando 20 hectares de plantação de café. Ao todo, serão disponibilizados 40 kits, sendo que a metade será destinada a Cruzeiro do Sul. O investimento de cada um deles é de aproximadamente R$50 mil reais, totalizando R$1 milhão em recursos para o projeto.

‘’Projetos como esse estimulam o desenvolvimento econômico dos municípios. O nosso papel [estado e município] é oferecer subsídios para facilitar a vida do produtor, criando caminhos para o desenvolvimento de pequenos, médios e grandes negócios’’, afirma o secretário Anderson Abreu, da Seict.

Técnicos da Seict e da Secretaria de Agricultura local visitaram as áreas que serão contempladas, totalizando 20 hectares de plantação de café. Fotos: Cedidas

Para o secretário municipal de agricultura, Genilson Maia, ”a parceria com o estado é muito importante, uma vez que fomenta as ações voltadas para o homem do campo e leva dignidade para as famílias rurais. Essa será uma oportunidade ímpar para os produtores.”

Com informações da Ascom de Cruzeiro do Sul