PAA realiza sonhos de produtores familiares em Marechal Thaumaturgo

Famoso feijão de Marechal Thaumaturgo é um dos produtores entregues às entidades pelo PAA (Foto: Leônidas Badaró/Secom)
Famoso, o feijão de Marechal Thaumaturgo é um dos produtos entregues às entidades pelo PAA (Foto: Leônidas Badaró/Secom)

“Meu sonho era comprar uma televisão. Graças a esse programa eu consegui.” Foi assim que a agricultora familiar Marilene Oliveira, moradora das margens do Rio Bagé, em Marechal Thaumaturgo, comentou na tarde de terça-feira, 28, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) para os produtores da região.

Assim como Marilene, outros 78 produtores rurais fizeram a primeira entrega de produtos para o programa e começam a tornar seus sonhos uma realidade por meio do PAA.

Como o município é de difícil acesso, aonde só se chega de barco ou avião, e o mercado local não absorve toda a produção, os agricultores não tinham incentivo para produzir.

“Não adiantava plantar se a gente não conseguia vender. Agora é diferente: temos a certeza de que o governo vai comprar o que a gente produzir”, destaca o produtor Diomarizo Bezerra, também beneficiado pelo programa.

As entidades contempladas pelo PAA no município – 26 no total – retratam a mudança na qualidade da alimentação fornecida.

“Alguns produtos eram importados de Cruzeiro do Sul. Pela distância, muitas vezes eles chegavam já estragados aqui em Marechal”, afirma Geovane do Vale, diretor de uma escola que fornece diariamente mais de duas mil refeições para cerca 780 estudantes em três turnos.

Vidas que mudam por causa do PAA

Deputado Lourival Marques discursa durante lançamento do PAA em Marechal Thaumaturgo (Foto: Leônidas Badaró/Secom)
Deputado Lourival Marques discursa durante lançamento do PAA em Marechal Thaumaturgo (Foto: Leônidas Badaró/Secom)

Os investimentos por meio do PAA em Marechal Thaumaturgo somam mais de R$ 276 mil. É dinheiro que vai aquecer a economia e fortalecer a produção familiar.

Jaílton Souza, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, explica que 75% dos cerca de 17 mil moradores do município vivem da zona rural. “Marechal Thaumaturgo depende da produção agrícola. A maioria das pessoas vive no campo. Por isso, agradecemos o empenho do governo em trazer o programa até nós.”

O deputado estadual Lourival Marques elogiou a chegada do programa ao município. “Existem locais de difícil acesso, aos quais esse programa é ainda mais importante. O PAA em Marechal é motivo de celebração”, destaca.

Glenilson Figueiredo, gestor da Seaprof, reafirma o compromisso do governo do Estado de fortalecer a produção familiar. “Promover a melhoria da qualidade de vida das pessoas é o nosso desafio. Nos municípios do interior o PAA tem uma importância ainda maior por causa da movimentação que provoca na economia local”, explica.