Operação Páscoa, do Procon, termina nesta quarta-feira

(Foto: Val Fernandes/Secom)
De acordo com o Procon, nenhum estabelecimento foi autuado até o momento (Foto: Val Fernandes/Secom)

A Operação Páscoa 2016 do Procon/AC, que teve início no último dia 14, termina nesta quarta-feira, 23. As equipes do órgão irão fiscalizar, durante nove dias, os estabelecimentos que comercializam produtos típicos da Páscoa, especialmente ovos de chocolate, para garantir o direito à informação e à saúde dos consumidores acreanos, além de coibir práticas abusivas.

Foram observados aspectos quanto à precificação dos produtos, formas de pagamento, descumprimento de oferta e publicidade, procedência, validade e especificações do Inmetro e faixa etária, no caso de ovos infantis com brinquedos. Até agora, nenhum estabelecimento fiscalizado foi autuado.

A orientação, segundo o diretor do Procon/AC, Diego Rodrigues, é que o consumidor compare os preços dos estabelecimentos e também considere a relação qualidade, peso e preço do item de compra, uma vez que durante a fiscalização foi observada a variação de preço de um ano para o outro e também entre estabelecimentos.

“Não existe tabelamento de preço de ovos de páscoa. Então, vários fatores influenciam o preço cobrado ao consumidor. A variação de um lugar para outro pode chegar até dez reais”, conclui Rodrigues.

Fale com o Procon

O consumidor que se sentir lesado em uma relação de consumo deverá ir à unidade do órgão na OCA para registrar a reclamação. Outro canal é o telefone 3223-7797/151, ou ainda pelo Procon, no Facebook: Procon/AC.