Operação Papai Noel

Polícia militar inicia operação tradicional visando a segurança no período natalino e fim de ano

O major Alves, comandante do 6º BPM, sediado em Cruzeiro do Sul, reuniu oficiais, comandantes dos pelotões de Rodrigues Alves e Mâncio Lima e a imprensa para anunciar o início da operação no Vale do Juruá, que será executada através de ações educativas e repressivas (Foto: Flaviano Schneider/Cruzeiro do Sul)

O major Alves, comandante do 6º BPM, sediado em Cruzeiro do Sul, reuniu oficiais, comandantes dos pelotões de Rodrigues Alves e Mâncio Lima e a imprensa para anunciar o início da operação no Vale do Juruá, que será executada através de ações educativas e repressivas (Foto: Flaviano Schneider/Cruzeiro do Sul)

A Polícia Militar iniciou nesta segunda-feira, 21, em todo o Estado, a Operação Papai Noel, com o objetivo de garantir a segurança da população, especialmente em relação ao movimento comercial, que aumenta muito no período de pagamento de novembro, dezembro e 13º salário. O major Alves, comandante do 6º BPM, sediado em Cruzeiro do Sul, reuniu oficiais, comandantes dos pelotões de Rodrigues Alves e Mâncio Lima e a imprensa para anunciar o início da operação no Vale do Juruá, que será executada através de ações educativas e repressivas.

A operação se desenvolverá em dois períodos: de 21 de novembro a 11 de dezembro e de 12 de dezembro a 2 de janeiro de 2012. Em todo o Estado, na primeira fase serão utilizados mil homens e na segunda, 1.300. No Vale do Juruá serão utilizados na primeira fase 65 homens e na segunda, 90.

Segundo o major Alves, a operação Papai Noel já acontece há 17 anos no Estado, mas neste ano ela vem com novidades e múltiplas operações. Além do reforço policial na área comercial durante o horário comercial, a PM vai executar a operação Madrugada Segura, visando evitar furtos durante a madrugada.

Outras operações: Saturação Descentralizada, feita em locais previamente escolhidos, por serem problemáticos; Operação Stop, em que todas as saídas da cidade são fechadas; e a já tradicional Operação Álcool Zero, para evitar acidentes de trânsito. Paralelamente à operação Álcool Zero, vai ocorrer a Operação Lei Seca, de maneira educativa, em que uma equipe de policiais estará presente nos bares, pedindo às pessoas que realizem exames de bafômetro para saber se têm condições de sair dirigindo sem correr o risco de ser autuado. Além disso, a PM estará com uma viatura patrulhando a Variante e a BR-364. Segundo o major Alves, com a ligação dos vales pela BR-364 e o fim do isolamento, é preciso aumentar o cuidado em relação à circulação de drogas e armas.

Reeducandos

Os reeducandos que estão no regime de progressão de pena, e especialmente aqueles que receberão indulto natalino, serão monitorados por uma equipe da PM para evitar que venham a cometer delitos. “Vamos ver com o Judiciário quantos estarão sendo beneficiados com o indulto natalino e acertar com o setor comercial o horário em que as portas estarão abertas, pois, na segunda fase vamos fazer policiamento a noite”, disse Alves.

Para dar conta do serviço extraordinário com o efetivo disponível, o major explica que os militares estão abrindo mão da segunda folga, pelo qual agradece.

O comandante do pelotão sediado em Mâncio Lima, tenente Eduardo, conta com oito homens sob seu comando. Ele explica que na primeira fase serão disponibilizados dois policiais para o serviço extraordinário no município e na segunda fase quatro, tendo em vista que o movimento comercial aumenta muito no período.

O tenente Valente, comandante do pelotão sediado em Rodrigues Alves, conta que o movimento na cidade proveniente da BR-364 diminuiu muito desde que foi completada a integração com a Ponte e a Variante, embora tenha aumentado o fluxo para a cidade proveniente de Cruzeiro do Sul. No município, segundo informou, a maior preocupação é com embriaguez e uso de arma branca tanto na sede municipal quanto no interior do município.